terça-feira, 9 de outubro de 2018

Carlos Eduardo Alves vai buscar apoio do PSL de Jair Bolsonaro


O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), que ficou em segundo lugar nas urnas para o Governo do Estado, com 525.933 votos, viajou na segunda-feira, 8, para Brasília. Ele vai participar de um encontro com a executiva nacional pedetista. A reunião vai definir as estratégias da legenda para o segundo turno.

A tendência é de que o encontro permita que as executivas estaduais definam fiquem liberadas para formar alianças locais, mesmo que difiram do posicionamento para a disputa à Presidência. Além do Rio Grande do Norte, os pedetistas estão no segundo turno nos estados do Amapá, Amazonas e Mato Grosso do Sul.


Nos bastidores, a perspectiva é de que, no Rio Grande do Norte, o PDT busque aproximação com o PSL, do presidenciável Jair Bolsonaro, que se manteve distante da disputa do primeiro turno para o Governo do Estado.

No âmbito nacional, a aproximação entre PDT e PSL é tida como improvável. O próprio candidato pedetista à presidência, o cearense Ciro Gomes, descartou aliança com Jair Bolsonaro. “Uma coisa eu posso adiantar, minhas história de vida é de defesa da democracia e contra o fascismo. Ele não [Bolsonaro], sem dúvida”, disse ele, logo após o resultado do primeiro turno das eleições.

Agora RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário