terça-feira, 30 de outubro de 2018

Fátima Bezerra (PT) ganhou em 154 municípios potiguares; Carlos Eduardo (PDT) venceu em Natal e mais 12 cidades


Eleita governadora do Rio Grande do Norte no domingo (28), Fátima Bezerra (PT) teve maioria de votos sobre seu adversário, Carlos Eduardo (PDT), em 154 dos 167 municípios potiguares - ou 92% das cidades potiguares. Por outro lado, o candidato derrotado teve os melhores resultados em Natal e Parnamirim, na região metropolitana da capital, onde obteve mais de 60% dos votos válidos. Veja o mapa eleitoral AQUI.

Em uma cidade do Alto Oeste potiguar, região onde conseguiu boas votações, Fátima alcançou quase 90% dos votos válidos. É o caso de Doutor Severiano, na divisa do estado com o Ceará. Lá, a petista obteve um total de 3.673 (89,63%), contra 425 (10,37%) de Carlos Eduardo. Maioria de 3.248 votos.

Carlos Eduardo conseguiu maioria em cinco municípios da região, sendo que em São Francisco do Oeste a vitória foi por apenas um voto. Ele obteve 1.542 (50,02) votos válidos, contra 1.541 (49,98%) de Fátima.

Com 100% das urnas eletrônicas totalmente apuradas às 20h46, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a candidata Fátima Bezerra (PT) foi eleita governadora do Rio Grande do Norte em segundo turno. Ela recebeu 1.022.910 votos, ou 57,60% dos válidos e Carlos Eduardo (PDT), 753.035 votos (42,40%).

Ao todo, votaram 1.942.196 eleitores dos 2,3 milhões que estavam aptos a votar no estado, o que corresponde a 81,86% do eleitorado potiguar. Votos brancos (1,75%) e nulos (6,81%) somaram 166.251 votos. Houve ainda 430.383 abstenções (18,14%). Somados brancos, nulos e abstenções, chega-se a 596.634 eleitores aptos que não escolheram nenhum dos candidatos.

"O RN pode ter a certeza de que serei a governadora de todos e todas, dos que votaram em mim, e dos que não votaram também. Teremos um governo de diálogo, um governo de união, para construir um RN que tenha paz, segurança, dignidade e empregos pro nosso povo", declarou em coletiva logo após a confirmação do resultado.

G1/RN



Nenhum comentário:

Postar um comentário