terça-feira, 9 de outubro de 2018

'Fiz o que estava ao meu alcance', diz Robinson Faria após resultado do primeiro turno da reeleição no RN


"Estou tranquilo. Estou aqui trabalhando com sentimento de dever cumprido. Vou trabalhar até o último dia", afirmou na manhã de segunda-feira (8) o governador Robinson Faria (PSD), que perdeu a disputa pela reeleição. Nas eleições do último domingo (7), o eleitorado potiguar colocou os candidatos Fátima Bezerra e Carlos Eduardo no segundo turno das eleições 2018.

Com 100% das urnas apuradas, Fátima obteve 748.150 votos, que representaram 46,17% dos válidos. Carlos Eduardo obteve 525.933, ou 32,45%. Já Robinson ficou em terceiro lugar nas votações com 192.037 votos (11,85%).


Robinson afirmou que vai trabalhar para manter o pagamento da folha salarial em dia, até o final do mandato, em dezembro, além de cumprir outros compromissos. "Acordei disposto para trabalhar, sem raiva, sem rancor e sem arrependimento. Isso é que é importante. Estou aqui para trabalhar até a última hora pelo meu estado, de cabeça erguida e com sentimento de que fiz tudo que estava ao meu alcance e vou fazer até o ultimo dia", relatou.

O governador ainda considerou que realizou um mandato sem apoio do governo federal e da classe política do estado. "Eu lutei sozinho em Brasília. Até isso eu tive que enfrentar no meu governo. Foi um governo de enfrentamento. Então nada vai mudar. Pelo contrário, vou ficar aqui trabalhando para manter o calendário, para pagar o décimo, como eu prometi", ressaltou o chefe do Poder Executivo.

Por fim, o governador ainda considerou que teve a campanha penalizada pelo marketing da oposição que teria ligado a ele os problemas enfrentados pelos potiguares, mas que, na sua visão, são questões enfrentadas em todo o país.

"A classe politica me abandonou e houve também uma campanha da oposição para personalizar como se só fosse o RN no Brasil e que todo o culpado fosse o governador. Então foi uma questão de marketing da oposição em cima do governador Robinson Faria. Isso também penalizou", concluiu.

G1/RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário