terça-feira, 27 de novembro de 2018

PF cumpre operação em penitenciária de Mossoró e Roraima


A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 27, a Operação Érebo, que investiga chefes regionais da facção criminosa Primeiro Comando da Capital, o PCC. No total, a PF cumpre 45 mandados de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão em Boa Vista (RR) e na Penitenciária Federal de Mossoró, onde são cumpridos sete mandados.



Os mandados foram expedidos pela Vara de Entorpecentes e Organizações Criminosas da Justiça Estadual em Roraima. Uma das motivações para a operação foram os fatos ocorridos no estado do Norte do país no fim de julho. “No período foram realizados ataques a diversos órgãos públicos e empreendimentos particulares em vários municípios do estado, inclusive a uma delegacia de polícia e a um destacamento da PM, além de bancos e outros”, informou a PF.

De acordo com a PF, as ordens para os atentados partiram de dentro da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, maior unidade prisional de Roraima, e foram dadas após a autorização do responsável pela organização no estado, que estava preso no Presídio Estadual de Piraquara, no Paraná. Também foi identificado que detentos de Mossoró auxiliaram no planejamento dos ataques.

Érebo, na mitologia grega, é nascido do Caos e reina na escuridão. O nome da operação faz alusão ao surgimento e crescimento da facção no caos do sistema prisional brasileiro.

Portal No Ar



Nenhum comentário:

Postar um comentário