segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Nova vitória consolida Botafogo como grande algoz do Flamengo em 2018


A cinco rodadas para o fim do Brasileirão, a vitória do Botafogo sobre o Flamengo, no sábado(10), no Nilton Santos (2 a 1) — a primeira de Zé Ricardo contra o clube onde despontou — fez o Alvinegro se afastar bastante da zona de rebaixamento, e freou ainda mais as chances do rival pelo título. Com um futebol objetivo e de muita intensidade, o Botafogo venceu com autoridade e jogou melhor. Erick e Leo Valencia fizeram os gols que levaram a equipe aos 41 pontos na tabela, na décima posição no campeonato.


Vitinho, melhor de um Flamengo muito abaixo da crítica, descontou. Foi, por sua vez, a primeira derrota de Dorival no comando da equipe. O que deixou o Flamengo estacionado na terceira posição, com 60 pontos, seis a menos que o líder Palmeiras, que entra em campo hoje diante do Atlético-MG e pode aumentar a distância para nove pontos na tabela.

— Precisávamos vencer. Fizemos um primeiro tempo abaixo. Infelizmente perdemos um clássico, o Botafogo fez os gols em trinta minutos e dificultou nosso trabalho — afirmou o capitão Réver, que não conseguiu acompanhar Erick no primeiro gol, saído de um lateral ofensivo.

— Não podemos jogar por água abaixo tudo que construímos até aqui, ainda temos chances e vamos brigar — completou Réver.

Do lado do Botafogo, a empolgação com a vitória em casa foi vista no campo e na arquibancada. Os jogadores se mostraram otimistas para as rodadas finais.

— A gente estava perto da zona de rebaixamento e tinha que ganhar o clássico. Trabalhamos para ganhar o jogo — afirmou Leo Valencia, um dos destaques da equipe e autor do segundo gol, que contou com a colaboração do goleiro César. As falhas nos dois gols se somaram a uma apresentação ruim do meio-campo. Everton Ribeiro e Paquetá estiveram apagados, e Diego, que entrou ainda no primeiro tempo, não acrescentou.

Na quinta-feira(15), o Flamengo recebe o Santos, enquanto o Botafogo visita a Chapecoense. Com moral para não passar apuros no fim do ano.




Nenhum comentário:

Postar um comentário