terça-feira, 18 de dezembro de 2018

TRE confirma que fará novo cálculo e Beto Rosado deve substituir Mineiro


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) vai recalcular o quociente eleitoral que define as vagas de deputado federal, o que deve implicar na substituição de Fernando Mineiro (PT) por Beto Rosado (PP), entre os oito eleitos para ocupar as vagas do Estado na Câmara.

Com a mudança, o TRE-RN vai cumprir um determinação do ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Jorge Mussi acatou um recurso do candidato Kéricles Alves, conhecido como Kerinho, para que a documentação do seu registro de candidatura seja reconhecido como válido.

Com isso, os votos de Kerinho  deverão ser computados, aumentando em uma vaga a composição da coligação integrada por Beto Rosado na Câmara, enquanto diminui a do PT. A implicação deve ser que Mineiro deixará de constar entre os eleitos, ficando Beto Rosado.

“O ministro Jorge Mussi, relator do Agravo Regimental impetrado pelo candidato a deputado federal Kériclis Alves Ribeiro no Tribunal Superior Eleitoral, reconheceu a existência de erro judiciário no envio dos arquivos para registro da candidatura. Com isso, ele determina que o processo retorne ao TRE/RN para nova analise do registro da candidatura com base nos documentos apresentados pelo candidato e que se recalcule o quociente eleitoral para o cargo de deputado federal nas eleições deste ano”, destacou nota divulgada pelo TRE.

“O Tribunal Eleitoral irá dar cumprimento à decisão do ministro Jorge Mussi recalculando o quociente eleitoral referente ao cargo de deputado federal. O novo cálculo será feito nesta terça-feira, dia 18 de dezembro”, informou o Tribunal Regional Eleitoral na mesma nota.

O TRE também divulgou que a cerimônia de diplomação dos eleitos está confirmada para esta quarta-feira, dia 19, às 16h, no Teatro Riachuelo em Natal.

Com o novo cálculo, Beto Rosado deverá ser diplomado como eleito e Fernando Mineiro, como suplemente.

Segue a íntegra da nota do TRE-RN

"TRE informa
O ministro Jorge Mussi, relator do Agravo Regimental impetrado pelo candidato a deputado federal Kericlis  Alves Ribeiro no Tribunal Superior Eleitoral, reconheceu a existência de erro judiciário no envio dos arquivos para registro da candidatura. Com isso, ele determina que o processo retorne ao TRE/RN para nova analise do registro da candidatura com base nos documentos apresentados pelo candidato e que se recalcule o quociente eleitoral para o cargo de deputado federal nas eleições deste ano. 

O Tribunal Eleitoral irá dar cumprimento à decisão do ministro Jorge Mussi recalculando o cociente eleitoral referente ao cargo de deputado federal. O novo cálculo será feito nesta terça-feira, dia 18 de dezembro.

O TRE informa que a cerimônia de diplomação dos eleitos está confirmada para esta quarta-feira, dia 19, às 16h, no Teatro Riachuelo em Natal.

Ascom/TRE"

Tribuna Do Norte




Nenhum comentário:

Postar um comentário