Sicredi


A cidade de Mossoró registrou na terça feira, 12 de fevereiro de 2019, dois homicídios. O primeiro crime aconteceu dentro de uma oficina de motos na entrada do Conjunto Geraldo Melo, Avenida Antonio Campos.

A vítima identificada como Marcos Antônio da Silva, 18 anos, trabalhava com o pai na oficina de motos, ao lado da casa onde moravam, foi executado com cerca de seis tiros, possivelmente de revólver calibre 38. Vários estojos da arma usada no crime ficaram espalhados no local do crime e foram recolhidos pela equipe da perícia criminal.


Informações repassadas pela Polícia Militar, dão conta de que o jovem estava trabalhando no interior da oficina, quando os criminosos chegaram de moto, entraram no recinto e atiraram várias vezes contra o mesmo com tiros principalmente na cabeça, caracterizando uma execução sumária.

Marcos Antônio não teve chance de defesa e morreu no local. A delegada da Homicídios, Dra. Liana Aragão, esteve no local acompanhando o trabalho pericial e já fazendo os primeiros levantamentos sobre o crime. A autoridade policial disse à imprensa que até o momento não há uma linha de investigação, mas adiantou que o jovem Marcos Antônio havia sofrido um atentado a tiros há dois meses.

Ainda não há informações sobre motivação e autoria do crime que será investigado pela Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM). O corpo do jovem foi removido para ser examinado no Instituto Médico Legal do ITEP.

A segunda vítima do dia foi um homem conhecido apenas como "Robean", que foi perseguido em via pública por uma dupla de moto, que vinha atirando em sua direção. Esse crime aconteceu por volta das 23h30 no Bairro Belo Horizonte.

Mesmo ferida a vítima conseguiu entrar em uma casa, localizada na Rua Marinho Dantas, onde estava havendo um velório e se refugiou no quintal da residência.

A Central de Comando da PM foi informada sobre a ocorrência e deslocou o Grupo Tático Operacional (GTO) do 2º BPM para o local e quando a equipe chegou na casa encontrou a vítima ferida no quintal da residência.

Diante da gravidade da situação os policiais socorreram Robean na viatura para o Hospital Tarcísio Maia, mas ele não resistiu e morreu ao dar entrada na unidade hospitalar. Ainda não há informações sobre a motivação e autoria do crime. O caso vai ser investigado pela Delegacia de Homicídios de Mossoró.

O corpo da vítima foi removido do necrotério do HRTM para o Instituto Médico Legal do ITEP onde será examinado e liberado após o comparecimento de familiares com a documentação.

Com informações do Blog Fim da Linha


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem