quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Ouça os áudios de Bebianno para Bolsonaro


A Veja acaba de publicar mensagens de áudio por WhatsApp que mostram que Jair Bolsonaro conversou com Gustavo Bebianno pelo aplicativo antes de o agora ex-ministro ser chamado de mentiroso por Carlos Bolsonaro –e pelo próprio presidente.

Na terça-feira, 12 de fevereiro, o presidente se queixou ao então ministro da reunião marcada com Paulo Tonet Camargo, o vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo.

“Gustavo, o que eu acho desse cara da Globo dentro do Palácio do Planalto: eu não quero ele aí dentro. Qual a mensagem que vai dar para as outras emissoras? Que nós estamos ‘se’ aproximando da Globo. Então não dá para ter esse tipo de relacionamento”, diz Bolsonaro no áudio.

Em outro momento da troca de mensagens, Bebianno envia ao presidente uma nota publicada por O Antagonista sobre uma viagem dele à Amazônia, com Ricardo Salles e Damares Alves. Bolsonaro não gosta da ideia:

“Quem tá patrocinando essa ida para a Amazônia? Quem tá sendo o cabeça dessa viagem à Amazônia?”, pergunta o presidente.

Na terceira mensagem de áudio a Bebianno, Bolsonaro determina que a viagem à Amazônia não será realizada. “Vocês criam a expectativa de uma obra. Daí vai ficar o povo todo me cobrando. Isso pode ser feito quando nós acharmos que vai ter recurso, o orçamento é nosso, vai ser aprovado etc. Então essa viagem não se realizará, tá OK?”

Os áudios mostram que, de fato, Bolsonaro e Bebianno se comunicaram três vezes no dia 12 –antes de Carlos acusar o ministro de mentir, no dia seguinte.

E, como O Antagonista publicou ontem, o mesmo diretor da Globo que provocou a discussão entre Bebianno e Bolsonaro foi recebido por Augusto Heleno e Santos Cruz.

Ouça os áudios entre Bolsonaro e Gustavo Bibiano


O Antagonista


Nenhum comentário:

Postar um comentário