Notícias

STJD decide que Potiguar deve mesmo perder seis pontos


Por Fábio Oliveira do do site F9

Por unanimidade dos votos, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), decidiu na tarde desta quinta-feira (28), manter a perda dos seis pontos do Potiguar, imposta pelo TJD/RN, no Caso Sávio, confirmando que atleta com idade inferior aos 16 anos, não pode ter vínculo profissional com clubes de futebol.

O Potiguar infringiu o artigo 22 do Regulamento Geral das Competições da FNF: É vedada, nas partidas das Competições profissionais, a participação de atletas não-profissionais com idade superior a 20 (vinte) anos completos e inferior a 16 (dezesseis) anos completos. Parágrafo Único – Nas partidas das Competições da Primeira Divisão e Segunda Divisão, dentre os atletas relacionados na súmula, entre titulares e reservas, poderão ser incluídos no máximo 5 (cinco) na condição de não-profissionais, com menos de 20 (vinte) anos completos e mais de 16 (dezesseis) anos completos.


Jogo

O jovem atleta foi relacionado para a partida em que o Potiguar venceu o Palmeira de Goianinha, no Nogueirão, por 2 a 0. O jogo marcou a estreia das duas equipes no estadual deste ano. Sávio só completará 16 anos em abril próximo.

Com a decisão desta tarde, o Potiguar cai na classificação geral do estadual, de 27 para 21 pontos, despencando da 2ª para a 4ª colocação geral, atrás do Globo, que tem 23 pontos.

Assim, acaba ficando em aberto a luta por uma das vagas do RN na Copa do Brasil de 2020, ingresso que o clube mossoroense já contabilizava a partir da vitória conquistada na noite de quarta-feira (27), em Natal, contra o ABC – veja AQUI os gols.

A disputa dessa vaga na Copa do Brasil ficará para a última rodada, com o Potiguar enfrentando o Santa Cruz, em Natal, e o Globo recebendo o Palmeira, em Ceará Mirim. A data ainda não foi divulgada pela Federação Norte-riograndense de Futebol (FNF).

Mesmo com essa decisão, o Potiguar mantém-se como finalista do segundo turno, para enfrentar o América, após o confronto do último jogo do turno, contra o Santa Cruz.

Após a decisão, o clube emitiu nota lamentando o resultado do julgamento, mas afirmando respeitar o posicionamento dos auditores do STJD.




Nenhum comentário