sábado, 13 de abril de 2019

Mãe presa suspeita de torturar filhos de 3 e 4 anos em Natal é internada em clínica de tratamento psiquiátrico


A mulher que foi presa suspeita de torturar seus dois filhos de três e quatro anos de idade em Natal teve a prisão convertida em internação em uma clínica de tratamento psiquiátrico. A decisão da Justiça aconteceu na audiência de custódia realizada na sexta-feira (12).

De acordo com o advogado da mulher, Jonas Antunes, ficou comprovado na audiência que ela estava em estado de surto. “Ela, inclusive, estava afastada do trabalho por problemas psiquiátricos”, acrescentou Antunes. A defesa mostrou à Justiça laudos médicos que comprovaram o quadro clínico.


De acordo com a Polícia Civil, ela enviou vídeos ao ex-companheiro, em que aparecia agredindo às crianças. O último foi na quarta-feira (10), quando a mulher foi detida em casa, no bairro Neópolis, na Zona Sul da capital.

De acordo com a Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA), que realizou a prisão, o casal está separado há duas semanas.

Nos últimos dias, entretanto, a mulher teria começado a mandar mensagens e vídeos para o homem, em que aparecia realizando tortura psicológica e agredindo as crianças. Ela ameaçava continuar as agressões caso o homem não voltasse para casa.

O pai das crianças procurou a delegacia e denunciou o caso. Como o último vídeo era de quarta-feira (10), a mãe foi presa em flagrante, pelos agentes da DCA, que foram até a sua casa à noite.

G1/RN


Nenhum comentário:

Postar um comentário