segunda-feira, 22 de abril de 2019

Polícia prende mais um envolvido no assassinato do soldado Ildônio José


A Polícia prendeu mais um da quadrilha que matou o soldado Ildônio José da Silva, de 43 anos, no dia 16 de agosto de 2018, na RN 117, trecho entre Governador Dix Sept Rosado e Caraúbas. (

Trata-se de Thaislan Fernandes de Almeida, de 24 anos. Conhecido por Lan Lan do Sindicato, o suspeito atuava dando apoio a quadrilha que matou o soldado Ildônio José.

O delegado Christiano Oto, que coordena as investigações e já prendeu mais de 20 envolvidos, disse que a função do Lan Lana levava e trazia o que a quadrilha precisava.


Ressalta, inclusive, que após a quadrilha matar o soldado Ildônio José, por diversas vezes, Lan Lan deu suporte ao latrocina Vantuir Lima, que terminou morto em confronto com a policia.

Ainda conforme o delegado, Lan Lan era quem pegava os objetos roubados pela quadrilha e entregava a universitária Grécia Teodora para posterior revenda.

Lan Lan do Sindicato foi preso no início da manhã deste domingo, dia 21, na cidade de Caraúbas, pela Polícia Militar. Ele está com a prisão preventiva decretada.

O caso Ildônio José

Ildônio José estava se deslocando com os estudantes de Caraúbas num ônibus no início da noite do dia 16 de agosto de 2018 quando a quadrilha atacou.

O ônibus foi interceptado. Os assaltantes foram até onde ele estava, o pegaram, levaram para fora do ônibus e o executaram, de forma covarde, com tiros na cabeça.

Em seguida aconteceu uma grande operação na região, tendo os assaltantes presos (eram todos da fação Sindicato do RN) e o caso totalmente esclarecido.

Grécia Teodora, colega de faculdade de Ildônio José, havia passado detalhes da presença do policial no veículo para o namorado Vantuir Lima, um dos líderes da quadrilha.

Além da ação coordenada da Polícia, o Ministério Público e a Justiça agiram com rigor, tendo prendido e já processado a grande maioria dos assassinos e os envolvidos.

Mossoró Hoje



Nenhum comentário:

Postar um comentário