quinta-feira, 9 de maio de 2019

Dois homicídio registrados em Mossoró na quarta-feira

Felipe Aquino
O primeiro crime aconteceu no final da tarde de quarta-feira, 08 de maio de 2019, na Rua Santa Margarida no Conjunto Promorar do Santa Delmira e vitimou Jonathan Felipe Aquino de oliveira, de 18 anos de idade

O mesmo foi executado em via pública com vários tiros de pistola calibre 380. Segundo informações repassadas pela delegada Liana Aragão da DHPP, o jovem estava na calçada de sua casa em companhia de um primo, quando um carro se aproximou e um dos ocupantes passou a atirar em sua direção.


Jonathan Felipe foi atingido com vários tiros e morreu na hora. O primo dele conseguiu fugir pelo telhado da casa. A perícia criminal, contabilizou 18 perfurações no corpo de Jonathan, a maioria na cabeça e tórax. Várias cápsulas foram recolhidas pela equipe do Itep no local do crime.

Jonathan havia sido preso no mês de março, portando arma de fogo e suspeito de envolvimento em assalto. Ainda não há informações sobre a motivação do crime. O corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal para ser examinado.


Por volta das 20h, Mirley Soiane de Oliveira Lima, 31 anos, foi morta a tiros em frente a sua residência, na rua Izaura Eufrázio de Oliveira, no Bairro Nova Betânia.

Informações repassadas pela polícia são de que a vítima chegava em casa no seu carro em companhia do filho e quando desceu do veículo, um carro, possivelmente Corolla de cor branca, se aproximou e os ocupantes mandaram que o filho dela corresse e passaram a atirar contra a vítima que morreu na hora.

A perícia criminal identificou um tiro de pistola na região da cabeça e dois disparos de arma de grosso calibre, possivelmente escopeta 12, na região das costas. Os criminosos fugiram após o crime. A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência, mas quando chegou chegou no local já encontrou a vítima em óbito no meio da rua.

A Polícia Civil esteve no local colhendo informações junto a familiares pra entender o que teria acontecido. O delegado de plantão Roberto Moura não quis adiantar nada para a imprensa, disse apenas que algumas informações serão repassadas para a delegacia de Homicídios que vai investigar o caso.

Em agosto de 2018, o marido de Mirley foi assassinado durante emboscada na estrada de acesso a Serra Mossoró, na zona rural do município. Ela vinha em uma carro com o marido, Rogério Jacinto de Oliveira Fernandes e o filho, quando foram emboscados. Rogério foi morto com tiros na cabeça, mas os criminosos pouparam a vida da esposa e do filho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário