Sicredi



A primeira ocorrência aconteceu por volta de 00h30 desta madrugada de quarta feira, 29 de maio de 2019, no Assentamento Favelas na zona rural de Mossoró.

De acordo com informações repassadas pela polícia militar, dois criminosos chegaram na comunidade, por volta das 18h e tentaram assaltar um comerciante que tem uma bodega em sua casa naquela localidade.

Houve reação por parte da vítima, que conseguiu balear  um dos acusados que, mesmo ferido, conseguiu fugir para matagal.


Akson Daniel de Oliveira, 21 anos, que seria um dos assaltantes, foi encontrado morto, já por volta de 00h30.

O outro assaltante conseguiu fugir e até o momento não foi localizado e nem identificado. A Polícia informou ainda que o assalto não foi consumado.

A PM isolou o local até a chegada das equipes da Polícia Civil e do ITEP e após os procedimentos de perícia no local do crime, o corpo do assaltante foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal do ITEP para ser examinado.

Duplo Homicídio

Ainda na madrugada desta quarta-feira um duplo homicídio aconteceu por volta das 03h em uma Rua Projeta próximo à caixa d'água no Alto da Pelonha em Mossoró RN.

Alexsandro Ferreira Senhor, 26 anos, e sua esposa, Pauliana Medeiros de Melo, 26 anos, natural de Areia Branca, foram executados com mais de 30 tiros dentro de casa.

Alexsandro foi morto dentro do quarto, enquanto que a mulher morreu no muro da frente da residência, possivelmente numa tentativa de fuga para escapar da morte.

Segundo a PM os criminosos arrombaram o portão de entrada, invadiram a casa e mataram o casal. No local a perícia encontrou um espelho, que segundo a polícia civil, foi usado para espionar o movimento no interior da casa.

O delegado de Plantão Dr. Evandro Luiz dos Santos, esteve com sua equipe de agentes civis e disse que o casal foi sumariamente executado, sem nenhuma chance de defesa.

De acordo com a autoridade policial, Alexsandro era réu confesso em um homicídio ocorrido no dia 1º de janeiro desse ano, na praia de Baixa Grande, em Areia Branca, onde foi vítima um homem identificado apenas como Formiguinha, que morava nas Malvinas em Mossoró.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, Alex Senhor havia sido preso no dia 14 de junho de 2018, durante uma operação da Delegacia de Furtos e Roubos de Mossoró. Além de Alexsandro, outras quatro pessoas foram presas com ele.

Na ocasião, foram apreendidos com o grupo, uma pistola 380, vinte e cinco cartuchos calibre 12, vinte munições de revolver calibre 38, além de vinte e quatro munições de pistola 380.

Foram apreendidos ainda equipamentos como pé de cabra, cilindro de oxigênio, máscara para solda, marreta e chave de fenda, que segundo a polícia seriam usados em ações criminosas contra caixas eletrônicos.

Não há até o momento informações sobre a motivação e autoria do duplo assassinato. Na parede externa e interna da casa, há uma pichação de uma facção criminosa e segundo familiares do casal, antes do crime a pichação não existia.

Após a perícia os corpos do casal foram recolhidos e encaminhados ao IML do Itep para exames e depois serão liberados. Mossoró já contabiliza 73 assassinatos em 2019. O caso vai ser investigado pela equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoas (DHPP).

Com informações do Blog Fim da Linha



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem