sexta-feira, 3 de maio de 2019

Maranhense é morto com tiro de escopeta dentro de casa no Conjunto Abolição III


Mossoró, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, registra mais um Homicídio provocado por disparos de arma de fogo, o primeiro do mês de maio e o quinquagésimo terceiro do ano de 2019.

O crime aconteceu por por volta das 18h30 de quinta feira, 2 de maio, dentro de uma residência em uma Vila na Rua Padre Longino, no Conjunto Abolição III, onde foi vítima Francisco Carlos Alissandre dos Santos, 35 anos, natural da cidade de Imperatriz no estado do Maranhão.


Ele foi morto em cima da cama com um tiro de escopeta calibre 12 na cabeça, possivelmente enquanto dormia, entre o meio dia e duas horas da tarde de hoje, mas somente no início da noite é que o corpo foi encontrado.

Vizinhos sentiram a falta de Francisco Carlos, foram a casa dele e lá encontraram a porta arrombada e o mesmo em cima da cama enrolado com um lençol e ensanguentado. Diante da cena acionaram a Polícia Miliatr através do 190.

A VTR dos Abolições comandada pelo cabo Silva Belo, foi acionada e passou a isolar o local, preservando a cena do crime. A Polícia ainda não sabe qual teria sido a motivação do crime e ainda desconhece sua autoria. Amigos que trabalhavam com Francisco Carlos, na área da construção civil, estiveram no local e relataram para a polícia que ele não compareceu ao trabalho no dia de hoje.

Disseram também que a vítima era trabalhador e não tinha envolvimento com ilícitos. Após os procedimentos realizados pela equipe do ITEP, o corpo da vítima foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal para ser examinado e depois liberado para sepultamento.

O crime vai ser investigado pela equipe da Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM) baseada no relatório que será encaminhado pelo Delegado de Plantão Dr. Roberto Moura, que esteve no local, colhendo informações.

Fim da Linha


Nenhum comentário:

Postar um comentário