Notícias

Fernández, candidato à presidência da Argentina, visita Lula na prisão


O candidato à presidência da Argentina Alberto Fernández, companheiro de chapa da ex-presidente Cristina Kirchner, visitou na 5º feira (4.jul) o ex-presidente Lula na sede da Polícia Federal em Curitiba.

“Para mim é uma alegria ver Lula. Lula é alguém muito importante para nós. Os argentinos têm um enorme reconhecimento por Lula e um enorme carinho por Lula. Sua prisão não é algo que nos passe despercebido”, disse.


O argentino estava acompanhado de Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores nos governos de Lula.

Para o candidato, há uma perseguição a líderes da América Latina. “São 3 casos sintomáticos: Equador, Argentina e Brasil. Nos 3 se perseguem 3 líderes. Nos 3 casos há uma ‘forçação’ para envolver os presidentes que não têm nada que ver com a realidade, que nunca estiveram envolvidos”, declarou.

Na visita ao Brasil, disse ainda que vai rever o acordo entre o Mercosul e a União Europeia, caso o pacto represente desindustrialização para o país. “O que me preocupa é que parece que o acordo condena a Argentina a um processo de desindustrialização muito grande, e a maior obsessão que tenho é que não haja um só argentino sem trabalho”, falou.

Fernández lidera a corrida eleitoral na Argentina. Foi chefe de gabinete de Cristina na época em que ela foi presidente (de 2007 a 2015).

Poder 360


Nenhum comentário