Notícias

Licitação para agência de publicidade da CMM poderá ser judicializada


Do Blog do Carlos Santos

A presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (MDB), declarou “fracassada” a mais recente licitação (001/2019) desse poder para contratação de empresa de propaganda.

O montante envolvido chega a R$ 720 mil.

Desconsiderou à sua decisão, recurso interposto administrativamente por uma das concorrentes, a Opa Comunicação.

No último dia 14 de junho o legislativo já tinha cientificado que nenhuma das três disputantes – Opa, Quixote Comunicação Integrada e Pauco Propaganda – tinha atingido exigências do edital licitatório. Todas foram desclassificadas.

Outra licitação deverá acontecer. Porém não pode ser descartada uma judicialização do caso.

Há quase um ano que a CMM está sem empresa habilitada à gestão de sua propaganda.


Nenhum comentário