Cacim


O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) realizou no sábado (23) a parte prática do Curso de Condutor de Veículo de Emergência (CCVE) direcionado a servidores da Prefeitura do Natal lotados na Defesa Civil, Guarda Municipal e Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU). No total, o Detran formou gratuitamente 25 profissionais, que agora estão aptos para atuar de maneira segura na condução de veículos de atendimento a ocorrências.

A parte prática foi desenvolvida na área externa do Estádio Arena das Dunas. Na ocasião, foi montada uma pista improvisada onde os instrutores da Escola Pública de Trânsito do Detran (Eptran) puderam utilizar viaturas de atendimento móvel apresentando manobras de segurança a serem efetivadas em situações de crise. Os alunos tiveram a oportunidade de acompanhar as manobras e logo em seguida colocar em prática o conhecimento adquirido.

Foram repassadas informações sobre procedimentos de frenagem, ultrapassagem, curvas, declives e outras situações que envolvem a necessidade do condutor atuar com agilidade e técnica para evitar ocorrências de acidentes enquanto se dirige ao atendimento a casos de emergência. “Um ponto importante, sempre lembrado nas instruções, são as técnicas de direção defensiva e de condução prudente para que o atendimento a uma situação de emergência seja feito com segurança e não se transforme numa nova ocorrência”, ressaltou o instrutor do Detran, Luiz Felipe.

No total, o Curso de Condutor de Veículo de Emergência contou com uma carga horária de 50h/aula, abrangendo, além do treinamento prático, as instruções modulares em “Legislação de Trânsito”; “Direção Defensiva”; “Noções de Primeiros Socorros, Respeito ao Meio Ambiente e Convívio Social”; e “Relacionamento Interpessoal”.

O Curso é uma exigência legal prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), mais precisamente no artigo 145, e é regulamentado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) por meio da resolução 168/2004, que determina a necessidade da capacitação para aqueles agentes que conduzem veículos automotores instituídos pelos poderes públicos para determinados fins, como policiamento, socorro de incêndio, salvamento, fiscalização de trânsito e as ambulâncias.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem