Cacim


O Rio Grande do Norte foi o estado mais premiado na 11ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) realizada nesse fim de semana, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Ao todo, o RN faturou 20 medalhas, sendo quatro ouros, sete pratas e nove bronzes.

O Nordeste levou medalhas: do total de 75 distribuídas, 58 foram para a região. Além das 20 do RN, Pernambuco ficou em segundo com 15 e o Ceará em terceiro com 14.

Neste ano, a ONHB teve 73 mil inscritos desde a fase inicial. As equipes passaram por seis etapas online com duração de uma semana cada. A final contou com a realização de uma prova dissertativa no sábado (17) em que foi apresentado um conjunto de documentos com manchetes de jornais dos últimos do Brasil e solicitado aos competidores a elaboração de um texto com os temas: violência, exclusão e banalidade do mal.

A coordenadora da ONHB, Cristina Meneguello, afirma que a 11ª edição confirmou o sucesso do projeto. “A cerimônia foi muito tocante, especialmente nas falas dos professores e convidados que destacaram a importância do ensino de História, do papel do historiador, do estudo e da consciência do jovem na sociedade atual. A final veio coroar um esforço de 11 anos muito bem sucedido em nível federal.”

Como funciona a Olimpíada de História

A Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) é um projeto realizado pelo Departamento de História da Unicamp. É composta por seis fases de provas realizadas de forma online, com duração de uma semana cada. As questões de múltipla escolha e realização de tarefas são respondidas pelos participantes por meio de debate, pesquisa em livros, internet e orientação do professor.

O método tem como principal objetivo incentivar o desenvolvimento da análise crítica e discussões sobre os mais variados assuntos, por meio de pesquisa e análise de textos, imagens e mapas. Dessa forma, a ONHB consolida-se como uma importante ferramenta de aprendizado do ensino de História. Tem apoio do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e do Programa de Pós-Graduação em História da Unicamp.

Confira as medalhas por estado:

Rio Grande do Norte (4 ouros, 7 pratas, 9 bronzes): total de 20
Pernambuco (3 ouros, 7 pratas, 5 bronzes): total de 15
Ceará (2 ouros, 3 pratas, 9 bronzes): total de 14
São Paulo (3 ouros, 2 pratas, 7 bronzes): total de 12
Bahia (1 prata, 3 bronzes): total de 4
Piauí (3 pratas)
Minas Gerais (2 ouros)
Goiás (1 prata)
Pará (1 bronze)
Paraíba (1 prata)
Rio de Janeiro (1 ouro)
Sergipe (1 bronze)

Portal No Ar


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem