BANNER 1


A reforma do sistema tributário brasileiro está em discussão nos mais diversos fóruns do país. Para debater o assunto, a governadora Fátima Bezerra, ao lado do secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, do Controlador Geral do Estado, Pedro Lopes, e do vice-governador Antenor Roberto, recebeu na tarde de sexta-feira (30) representantes do fisco estadual e nacional e conversou sobre a proposta da categoria, denominada Reforma Tributária Solidária.

A base do projeto construído pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) e pela Associação Nacional dos Auditores da Receita Federal (Anfip) é diminuir o peso dos impostos no consumo e nos serviços, que atingem a renda dos mais pobres e da classe média, e aumentar a cobrança que atinja a renda e o patrimônio daqueles que estão no topo da pirâmide.

“Ontem como parlamentar e hoje com governadora, a proposta conta com meu apoio. A reforma tributária é um tema estruturante que pode vencer a desigualdade social, que hoje é o maior problema do país, pois conduz a todos os outros”, disse a governadora.

A proposta foi apresentada durante a reunião pelo presidente da Fenafisco, Charles Alcântara, que esteve acompanhado do presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais do Rio Grande do Norte (Sindifern), Roberto Fontes, e do professor da Universidade de Campinas (Unicamp), Eduardo Fagnani, que foi o coordenador do grupo que criou a Reforma Tributária Solidária.

“As propostas que já estão tramitando no Congresso não atacam o problema, cuidam apenas da simplificação dos impostos. O sistema atual é injusto e ineficiente, mas só a simplificação não funciona. A tributação tem que enfrentar a desigualdade e a concentração de renda”, comentou Charles Alcântara, ao lembrar do recente estudo da Fundação Getúlio Vargas que apontou o crescimento de 10% na renda no 1% mais rico e a perda de 17% da renda das camadas mais pobres.

A reunião de hoje conta como parte da estratégia da, que já aconteceu junto a outros governadores, partidos políticos e congressistas, em defesa da reforma. A governadora Fátima Bezerra destacou que a proposta da Fenaficso e da Anfip já está em discussão no Fórum de Governadores do Nordeste e será um dos pontos da pauta do próximo encontro, que será realizado em Natal-RN entre os dias 15 e 17 de setembro.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem