BANNER 1

Mossoró registou na manhã desta quarta feira, mais dois homicídios provocados por disparos de arma de fogo. A primeira ocorrência aconteceu por volta das 08h10 na Rua Adrião Duarte, nas proximidades do clube da Caern no Conjunto Abolição III.

O carroceiro e pedreiro Francisco o Wallisson de Araújo, "Vaqueiro" de 33 anos, natural de Mossoró RN, foi baleado com cerca de 7 tiros de pistola 380, a maioria na cabeça, enquanto preparava a carroça em frente de casa para sair para trabalhar. Segundo informações colhidas pela Polícia Militar no local, dois homens chegaram de moto e o garupa com a pistola em punho começou a atirar contra o carroceiro.

Vaqueiro, como era mais conhecido ainda tentou correr para dentro de casa mas foi alvejado e caiu no portão de entrada da residência. Ele ainda chegou a ser socorrido por uma ambulância de suporte avançado (Alfa) para o Hospital Tarcísio Maia, porém não resistiu aos ferimentos.

No local a PM recolheu sete capsulas de pistola .380 que ficaram espalhadas pelo calçamento. Até o momento não há informações sobre a motivação do crime. A vítima não tinha registro de antecedentes criminais e segundo a família nunca foi preso. Era um trabalhador e que vivia do seu trabalho. Além de pedreiro, Wallisson também trabalhava como carroceiro.

A PM isola o local do segundo homicídio do dia. A vítima, conhecida como "Braguinha", foi morta em via pública, próximo a uma pousada no Bairro Ouro Negro. 

Ainda não há maiores informações sobre o crime.

Com mais essa ocorrência, a cidade de Mossoró já contabiliza 141 homicídios em 2019.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem