BANNER 1


Entre às 22 horas da última segunda-feira, 28, e a madrugada desta quarta-feira, 30, a cidade de Mossoró registrou seis assassinatos elevando para 178 o número de homicídios na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Os dois últimos crimes aconteceram nos bairros Papoco e Santo Antônio.

Por volta das 21 horas de terça-feira (29), Valmir Alves Segundo foi morto a tiros por elementos que chegaram em um carro branco ao Açai de sua propriedade. O crime aconteceu na Rua Manoel Adelino, na região do Papoco, bairro Planalto 13 de Maio. Este foi 177º homicídio do ano na cidade.

Segundo informações, o homem de 25 anos tinha passagem pelo sistema prisional de Mossoró. Ele era acusado pelos crimes de porte ilegal de arma, tráfico de drogas, assalto e era suspeito de envolvimento num duplo homicídio no bairro Boa Vista. A policia não descarta a possibilidade do crime está relacionado a briga envolvendo facções criminosas e Valmir era membro do conhecido grupo dos caveiras com atuação no bairro Belo Horizonte aonde ele morava.

Já a morte violenta de número 178 do ano no município ocorreu por volta das 02h desta quarta. José Eduardo de Melo Andrade foi executado. Ele estava na casa do pai localizada na Rua Tabelião Aoem Menescal, no bairro Santo Antônio. Ele foi alvejado com vários tiros, após ter sua casa invadida pelos assassinos e morreu deitado na rede onde dormia.

Os criminosos arrombaram o portão da garagem na lateral da casa, invadiram a residência e mandaram que os pais de José Eduardo se afastassem e o executaram com tiros principalmente na região da cabeça.

Mais cedo, a cidade já havia registrado outros quatro homicídios em diferentes localidades.

No início da tarde desta terça-feira (29), ocorreu duplo homicídio dentro da Escola Margarida Maria de Freitas, no conjunto Abolição III (zona oeste). A escola há muito tempo está abandonada.

Foram mortos os jovens Saulo Guilherme Martins, de 16 anos de idade e Samuel César Araújo Bernardo. Eles estavam dentro da escola, quando foram surpreendidos pelos criminosos. As vítimas foram baleadas possivelmente com tiros de escopeta e morreram no local.

Antes, por volta do meio dia, o taxista Marcílio Ferreira Bento, natural de Alexandria, 34 anos, foi morto a tiros em um bar na rua Afonso Pena, bairro Bom Jardim, zona norte de Mossoró.

Segundo informações, ele estava almoçando numa mesa embaixo de uma planta, quando foi surpreendido por dois criminosos que estavam numa motocicleta.

Já na noite de segunda-feira (28), o jovem Daryo Magdyel Barbosa Ferreira, 24 anos, foi atingido a tiros no conjunto Jardim das Palmeiras, ao lado do Ceduc, no bairro Dom Jaime Câmara, zona leste da cidade. Ele foi socorrido para o Hospital Tarcísio Maia, mas não resistiu.

Jornal De Fato


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem