BANNER 1


O presidente Jair Bolsonaro decidiu se desfiliar do PSL e tomar a iniciativa de criar um novo partido. A informação foi confirmada pelo site Congresso em Foco com aliados do presidente da República. O anúncio oficial será feito nesta terça-feira (12) em reunião com deputados do PSL. No encontro será divulgado o nome da nova legenda.

Foi convidada toda a bancada do PSL na Câmara dos Deputados com exceção de nomes que Bolsonaro considera que o agrediram. Entre os vetados estão o presidente da sigla, Luciano Bivar (PE), Joice Hasselmann (SP), Júnior Bozzella (SP) e Delgado Waldir (GO).

Bolsonaro vive uma crise interna com PSL, partido pelo qual foi eleito presidente da República em 2018.

A crise na sigla do presidente da República foi destacada pelo Congresso em Foco em setembro, quando deputados revelaram ao site que a situação dentro do partido era de racha e possível debandada.

O clima piorou no dia 8 de outubro, quando Bolsonaro disse para um seguidor esquecer da sigla. Desde então, troca de farpas estão acontecendo dos dois lados. Bolsonaro e seus aliados têm sido mais ferrenhos; do outro, o presidente do partido, Luciano Bivar, e deputados que não fazem parte da ala mais bolsonarista.

Como alternativas, o entorno do presidente avaliava o Patriota e o Republicanos (ex-PRB), mas prevaleceu a ideia de criar uma nova sigla.

No dia 28 de outubro, Bolsonaro já havia falado sobre a possibilidade. O presidente disse em entrevista coletiva em Abu Dabi que poderia criar uma nova legenda chamada de Partido da Defesa Nacional (PDC).

Congresso Em Foco


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem