BANNER 1


A Embaixada da Venezuela no Brasil foi invadida na manhã desta quarta-feira (13). O encarregado de negócios da Venezuela divulgou áudio em que pede ajuda dos movimentos sociais e dos partidos políticos. “O território venezuelano está sendo invadido”, disse, na mensagem divulgada pela rede social.

A invasão da Embaixada da Venezuela no Brasil repete o que ocorreu no dia 10 de novembro na Bolívia, quando a representação diplomática (território venezuelano) também foi invadida.

A invasão acontece no mesmo dia em que começa, em Brasília, o encontro do BRICS, com a participação de chefes de estado da China e da Rússia, que apoiam o governo de Nicolás Maduro.

Segundo o jornal Valor Econômico, a invasão teve a cumplicidade de funcionários da Embaixada, que teriam “desertado”.

Os responsáveis pelo ataque é uma frente de extrema-direita, dentre eles estaria um enviado do "presidente autodeclarado" Juan Guaidó, Tomás Alejandro Silva, “ministro-conselheiro” nomeado por ele.

Os funcionários dissidentes teriam liberado a entrada do cidadão.

A polícia do Distrito Federal foi acionada, mas seus comandantes dizem que não podem fazer nada, já que se trata de território estrangeiro.

Voltamos ao assunto.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem