BANNER 1


Os discursos no Encontro Regional do Solidariedade, que aconteceu na noite de sexta-feira (1º) no Hotel VillaOeste em Mossoró, exaltaram a necessidade de união oposicionista, além de mudanças na gestão e mentalidade política.

A unidade de pensamento ficou perceptível nas falas do deputado estadual Allyson Bezerra, presidente do Solidariedade-Mossoró, anfitrião da noite; da deputada estadual Isolda Dantas, do PT, e dos dirigentes do PL-Mossoró, Tião Couto e Jorge do Rosário, bem como de Gutemberg Dias do PCdoB local. Daniel Sampaio, presidente do PSL no município, também foi claro nessa direção.

Isolda Dantas

Isolda destacou a união da oposição pensando no futuro. “Muitos apostam que a oposição não vai se unir, mas a cada encontro que tem a gente prova que temos divergências, e é pra ter mesmo porque na política tem que ter, mas nós que estamos aqui sabemos a necessidade de Mossoró. E Mossoró tem que mudar”, afirmou.

Allyson Bezerra

“Nós temos que construir a mudança que a gente quer pra Mossoró. Estamos aqui hoje com lideranças políticas da nossa cidade e estado e é importante porque política a gente não constrói sozinho (...). Mossoró vai mudar”, afirmou o deputado Allyson.

Jorge do Rosário

“Estamos aqui para discutir, fazer um projeto sustentável de desenvolvimento econômico e social para nossa cidade, porque como foi dito neste evento, Mossoró é uma cidade rica e que não tem um projeto de desenvolvimento. Nós sequer estamos discutindo, por exemplo, nosso plano diretor", mostrou Jorge do Rosário.

Tião Couto

“Mais uma vez, mais um evento político democrático que participo com esse grupo de oposição. Na verdade, não é apenas oposição, mas sim um grupo de pessoas que pensam diferente. Olhamos para Mossoró diferente e acreditamos que é possível mudar pela política a nossa cidade", destacou Tião Couto. "Nosso propósito é mudar essa cidade para que tenhamos um novo ciclo de desenvolvimento econômico e social. O recado está dado: vamos juntos até o fim, até outubro para ganharmos as eleições”, completou.

Daniel Sampaio

Presidente do PSL mossoroense, Daniel Sampaio disse se sentir "muito à vontade porque esse grupo já se reuniu várias vezes e o entendimento não mudou, o entendimento é trazer novos ares para a cidade. Vendo essa empolgação toda eu tenho uma convicção, e essa convicção fica mais forte cada vez que esse grupo se reúne. A convicção de que Mossoró vai sim mudar. Não vai mudar porque alguém aqui quer ser prefeito, vai mudar porque a paciência do povo esgotou".


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem