BANNER 1


O ex-presidiário Marcio Diego de Paula, "Diego Doido", 30 anos de idade, foi morto com três tiros de revólver no início na tarde de quinta-feira, 21 de novembro de 2019, no Conjunto Odete Rosado, região do bairro Costa e Silva em Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte.

Segundo com informações da Polícia Militar que atendeu a ocorrência, a vítima estava realizando uma ligação de energia elétrica em uma casa na rua Roberto Salém de Mirando, próximo a sua residência, quando foi surpreendida pelos criminosos que chegaram e começaram a atirar em sua direção.

"Diego Doido" como era mais conhecido, ainda tentou correr para escapar dos inimigos e tentar se abrigar em sua residência, que fica bem próximo ao local onde começou a ser baleado, mas foi perseguido, alvejado e morreu a 10 metros de sua casa.

No local impera a lei do silêncio e ninguém quis dar informações para a Polícia a respeito do que ocorreu no local., ou seja, quantos homens estavam na cena do crime e em que tipo de transportes eles chegaram. A única informação que o delegado da Homicídios, Dr. Valtair Camilo de Paiva conseguiu colher no local, junto à família, foi de que Diego cumpriu pena na Penitenciária Mário Negócio por crimes de tráfico de drogas (art. 33) e roubo (artigo 157) e havia recebido o benefício da justiça de livramento condicional no ano de 2017.

Após os procedimentos de perícia no local do crime, realizados pela equipe do Itep, o corpo do ex-presidiário foi recolhido e encaminhado para o Instituto Médico legal do órgão pericial onde será examinado e depois liberado para a família providenciar o enterro.

Márcio Diego de Paula, foi a centésima nonagésima terceira (193ª) vítima da violência letal intencional em Mossoró neste ano de 2019. Mais um crime para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investigar.

Fim da Linha



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem