BANNER 1



A ida da karateca mossoroense Dandara Chrystian ao Panamericano da modalidade, realizado no México, foi mais do que proveitosa. Em disputas individuais e coletivas, a atleta conquistou sete medalhas: duas de ouro, duas de prata, três de bronze.

Fruto do árduo trabalho dedicado diariamente as artes marciais na cidade, bem como de seu esforço através do apoio e campanhas para chegar até lá, o resultado foi mais do que comemorado.

"É sempre uma satisfação imensa competir e representar o país. Conseguimos trazer essas medalhas para o Brasil. Competi tanto de forma individual como coletiva, junto a uma atleta do Mato Grosso. Só posso agradecer a todos que me apoiaram", disse em entrevista a TCM.

Entre as dificuldades sentidas, principalmente o clima e a "saudade de casa". Ainda assim, batalhas que qualquer atleta busca vencer fora do país.

"O clima foi um obstáculo, além de estar fora do nosso país. Eu via a torcida deles e pensava ‘caramba’, mas faz parte", complementou.

Há seis anos na seleção brasileira de karatê, Dandara tem perspectivas de continuação e também celebra essa trajetória.

"Eu voltei pensando sobre isso. O quanto a gente acaba focando no Estado, mas tenho o maior orgulho de estar na seleção há anos. É gratificante. Principalmente por ser mulher lutando, quebrando paradigmas".

Blog Larissa Maciel



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem