BANNER 1


A Polícia Civil do RN (PCRN) prendeu em flagrante, na quinta-feira (21), dois homens suspeitos de desviar material da Petrobras, em Mossoró. Os policiais conseguiram aprender uma carga de metais que estava com nota fiscal falsa. A carga seria levada para uma empresa de sucata em Mossoró.

Segundo a PCRN, os homens foram levados para a Delegacia Especializado em Furtos e Roubos (DEFUR) da cidade e presos pelo crime de peculato. Um deles, de 57 anos, é funcionário da Petrobras e outro, de 36 anos, é funcionário de uma empresa terceirizada que presta serviços à estatal.

"Acreditamos que o crime efetuado envolveu uma grande quantia de dinheiro, a qual será contabilizada pelo Petrobras. Precisamos, por exemplo, delimitar a participação do dono da sucata que estava recebendo o material ilícito”, detalhou o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Odilon Teodósio.

As investigações revelaram que o esquema envolvia funcionários da Petrobras, de empresas terceirizadas e proprietários de empresas de sucata. Eles emitiam duas notas fiscais da carga para conseguir desviar parte da mercadoria.

Segundo a Polícia Civil, o caso foi descoberto após uma abordagem de fiscais da Secretaria de Tributação. Um caminhão tinha buscado a sucata em uma base da Petrobras, em Alto do Rodrigues, no Oeste potiguar. Ao ser abordado, o motorista apresentou uma nota fiscal que discriminava apenas uma parte da carga. Uma outra nota falsa era emitida para o restante da carga, que seria desviada.

Toda a carga foi apreendida. Segundo a Polícia Civil, a investigação continua, já que outras pessoas podem estar envolvidas.

G1/RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem