BANNER 1


Um acidente de trânsito de graves proporções aconteceu no início da tarde de domingo, 29 de dezembro de 2019, na Avenida Leste Oeste, nas proximidades da Assembléia de Deus em Mossoró na região Oeste do Rio Grande do Norte.

Um caminhão baú de entrega de feiras do Supermercado Rebouças colidiu com um poste da rede elétrica da Cosern ocasionando a morte instantânea de um dos ocupantes do carro. O impacto da batida foi tão forte que quebrou a base do poste, ficando o mesmo escorado na cabine do carro.

João Maria Medeiros dos Santos, 41 anos de idade, era embalador do supermercado Rebouças da Avenida Alberto Maranhão, no Centro da cidade, ele ficou preso às ferragens e morreu na hora. O motorista, conhecido apenas como Fabinho, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Tarcísio Maia e passa bem. Ele sofreu apenas um pequeno corte no ombro sem riscos a vida.

Informações colhidas no local pelo sargento Wescley da Polícia Rodoviária Estadual, dão conta de que o motorista do caminhão baú seguia pela Leste Oeste sentido Costa e Silva para realizar entrega de feiras de clientes do supermercado, quando um carro tipo HB20 que seguia logo atrás teria realizado uma ultrapassagem perigosa. Para não bater na traseira do veículo o motorista do caminhão puxou para a esquerda, perdeu o controle do volante e foi de encontro ao poste de iluminação pública.

A batida ocorreu na lateral da cabine do caminhão, do lado em que estava o passageiro. Duas ambulâncias do Samu e a equipe do Corpo de Bombeiros foram acionados para o local, mas devido a base do poste da rede elétrica ter si rompido com o impacto da colisão, não tiveram como retirar João Maria das ferragens, porque o poste ficou escorado no caminhão e havia riscos de desabamento

Após a chegada da equipe da Cosern que adotou os procedimentos de desligamento da rede elétrica e a suspensão do poste feita por um Munck, os Bombeiros realizaram a retirada do corpo da vítima das ferragens, para que o Itep fizesse os procedimentos de perícia no local. Com a conclusão dos trabalhos, o corpo de João Maria Medeiros foi removido para ser necropsiado no setor de medicina legal do órgão.

Fim da Linha


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem