BANNER 1


Quase metade da população (45%) leva em consideração informações vistas em alguma rede social na hora de escolher em quem votar. É o que concluiu pesquisa nacional do DataSenado (órgão ligado ao Congresso) com 2.400 eleitores de todos os Estados do país. Eis a íntegra do estudo.

As plataformas mais citadas por aqueles que admitem levar em conta o que leem nas redes sociais antes de votar foram o Facebook (31%) e o WhatsApp (29%).

Mostraram-se mais suscetíveis a decidir o voto com base em postagens nas redes sociais os grupos de pessoas que se consideram de direita, os mais jovens, pessoas com escolaridade mais alta e pessoas com renda familiar mais elevada.

A maior parte dos entrevistados (83%) acha que o conteúdo das redes sociais influencia muito a opinião das pessoas. Outros 15% consideram que esse material influencia pouco e apenas 2% acham que não influencia em nada.

Poder 360


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem