BANNER 1


O Observatório da Violência do Rio Grande do Norte (OBVIO) apresentou na última quinta-feira, 2, os infográficos finais do número de homicídios registrados em 2019 no Rio Grande do Norte.

O trabalho em parceria com a Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE) da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social do RN (SESED/RN) traz o ranking dos 15 bairros que mais registraram mortes violentas em Natal, Mossoró, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante, cidades-polo.

Na Capital do Oeste, a localidade mais violenta foi a Zona Rural, com 25 Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLI). Na zona urbana o bairro mais violento foi o Belo Horizonte, com 22 homicídios. Aeroporto e Abolições vêm em seguida, com 20 CVLI, cada. O Santo Antônio, com 16, fecha o topo 5 dos bairros mais violentos.


Na sexta colocação aparece o Dom Jaime Câmara, com 15. Na sétima posição ficou o Alto de São Manoel, com 14. Com 13 homicídios apareceram Planalto 13 de Maio e Presidente Costa e Silva. O Centro, com 10 mortes violentas, fecha entre os 10 primeiros. Os bairros Santa Delmira (8), Santo Antônio (7), Alto do Sumaré (6), Bom Jardim e Paredões (5 cada) completam a lista do instituto.

De acordo com o OBVIO, Mossoró teve uma leve redução no número de homicídios em relação a 2018. A cidade registrou no ano passado 222 homicídios contra 237 no ano retrasado. A queda foi de 6,3%. Foram poupadas 15 vidas no período. Em 2017 houve 249 mortes violentas na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Já em 2016 o número chegou a 221. Em 2015, foram assassinadas no município 163 pessoas.

Vale registrar que o percentual é o menor entre os quatro municípios pólo destacados pelo OBVIO. Natal teve a maior redução entre os listados. A Capital do Estado apresentou queda de 41,4% em comparação a 2018. Foram 283 em 2019 contra 483 no ano anterior.


Parnamirim vem logo em seguida com 26,9% de redução. A cidade localizada na Grande Natal teve 79 assassinatos no ano passado contra 108 em 2018. São Gonçalo do Amarante, também na região metropolitana, registrou redução de 17,6%. Foram 103 CVLI em 2019 contra 125 em 2018.


RN teve redução de pouco mais de 26% em 2019


Dos dados gerais apresentados, destacamos a redução de 26,3% nas Condutas Violentas Letais Intencionais (CVLI) em 2019 quando comparados a 2018, foram registradas de janeiro a dezembro de 2018 um total de 1.963, enquanto em 2019 foram 1.446 mortes, números que evidenciam que 517 pessoas escaparam das garras da violência letal em 2019.


Dentro dos estudos realizados pelo OBVIO, a comparação entre as variações anuais desde 2003, apresenta que nesses 16 anos, 2019 foi o ano em que mais se reduziu CVLIs, um registro formidável para um estado que já figurou entre os mais violentos do país.

Com informações do Jornal de Fato e OBVIO


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem