BANNER 1


Em meio ao registro de furtos e/ou roubos de veículos no Rio Grande do Norte, a segunda maior cidade do estado, teve mais de mil casos desse tipo de crime no ano passado. O número é de um levantamento divulgado nesta semana pelo site Fim da Linha.

Segundo a matéria, dados do Setor de Vistorias da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) de Mossoró apontam que de 1° de janeiro a 31 de dezembro de 2019, 1.011 veículos, entre carros e motos, foram incluídos no sistema do Denatran como furtados ou roubados na cidade.

A matéria reporta ainda que, conforme os dados da Defur, foram roubados ou furtados em Mossoró, durante o período, 277 carros e 734 motos, e lembra que esses números são apenas os veículos que foram inclusos no sistema pela especializada.

O site faz a ressalva que a Delegacia de Plantão também faz a inclusão e exclusão de veículos roubados no sistema, mas que até então os números não tinha sido disponibilizados. “Já em relação aos veículos que foram recuperados em 2019 pelas Polícias Civil, Rodoviária Federal, Militar e pela Guarda Civil, o número chega a 1.298 veículos, sendo 392 carros e 906 motos”, detalha.

“Os números de recuperados são maiores do que os roubados, isso porque, segundo a Vistoria da Defur, muitos veículos recuperados em 2019, foram roubados em anos anteriores”, explica.

RN teve mais de 37 mil queixas de roubo e furtos a carros em 2019

Somente no decorrer do ano passado, mais de 37 mil carros e motos foram registrados em um sistema nacional com queixas de roubos e furtos no território potiguar. O estado figura na 15ª posição dentre as 27 unidades federativas do país com maior número de casos notificados no Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) em 2019 e o 4° em nível de região Nordeste.

O estado de São Paulo liderou o ranking nacional com mais de 3 milhões de casos; seguido de Rio de Janeiro, com mais de 906 mil; Paraná, com mais de 327 mil; Minas Gerais, mais de 276 mil; Rio Grande do Sul, mais de 249 mil; Bahia, mais de 175 mil; Goiás, mais de 129 mil; Pernambuco, mais de 126 mil; e Santa Catarina, com mais de 117 mil registros de roubos e furtos de veículos no ano passado.

A lista é completada pelo Distrito Federal, com mais de 85 mil ocorrências; Ceará, mais de 76 mil; Pará, mais de 67 mil; Espírito Santo, mais de 58 mil; e Mato Grosso, mais de 52 mil. Em seguida, vem o RN; Mato Grosso do Sul (31.175); Maranhão (29.737); Rondônia (26.545); Amazonas (25.354); Alagoas (24.035); Piauí (21.548); Paraíba (20.812); Sergipe (17.929); Tocantins (12.483); Roraima (5.899); Amapá (5.840); e Acre, com 4.792 registros gerais de veículos roubados e/ou furtados em 2019.

Jornal De Fato


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem