BANNER 1


A governadora Fátima Bezerra obteve a confirmação de que o grupo francês Voltalia vai instalar em Mossoró, em breve, o seu centro mundial de operações de turbinas. A notícia foi passada a governadora na sexta-feira (07), na sede da empresa no Rio de Janeiro, pelo diretor executivo do grupo no Brasil, Robert Klein, durante encontro para tratar dos planos de mais investimentos no setor de energias renováveis no RN. A reunião fez parte de encontros empresariais articulados pelo senador Jean-Paul Prates.

O mais recente encontro da governadora com representantes do grupo havia acontecido em novembro do ano passado, durante a Missão Internacional do Consórcio Nordeste, cujo uso de energias limpas teve destaque nas pautas encaminhadas. Atualmente, o grupo Voltalia segue com um projeto de expansão das atividades de energias renováveis no estado e estima investir mais R$ 1 bilhão com as novas unidades, os quais incluem a instalação desta sede operacional na região Oeste. Além disso, a empresa já indicou que pretende investir na geração de energia solar, com foco em projetos no RN.

O grupo atua no Rio Grande do Norte desde 2007 e que já investiu mais de R$ 2 bilhões no estado, detém hoje 16 parques instalados no Rio Grande do Norte, em municípios como Areia Branca, São Miguel do Gostoso e Serra do Mel, e está construindo outros nove. Possui o maior volume de investimentos em eólica no RN. Um dos que está em andamento é o EOL Ventos Serra do Mel com previsão de conclusão das obras em 2020. São 1014 pessoas empregadas na obra, sendo 47% de mão de obra local promovendo geração de emprego e renda.

O Rio Grande do Norte é líder nacional em potência eólica, tendo 152 parques em operação, com 1500 turbinas que geram 4 GW (gigawatts). Essa potência representa 30% da capacidade de produção de energia eólica no Brasil. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), 60 novos parques eólicos já estão licitados para o RN e a previsão é de que em 2020 a geração de energia chegue a 5 GW. Os investimentos feitos até agora no RN são de aproximadamente R$ 15 bilhões, que geraram cerca de 30 mil empregos.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem