BANNER 1

Francisco Tailson da Silva, o "Tuite".

O primeiro crime aconteceu por volta das 19h50 de sábado (15), na Avenida Rio Branco, Bairro Belo Horizonte em Mossoró Rivanilsom de Oliveira Costa, 30 anos, foi baleado em via pública e morreu em frente a Auto Escola Cedutran.

A Polícia Militar realizou os procedimentos de isolamento do corpo até a chegada das equipes da Delegacia de Plantão e do ITEP, mas devido a forte chuva que caía no local não houve condições de perícia. O corpo de Rivanilson de Oliveira, que segundo informações morava na Rua Coelho Neto, no Bairro Boa Vista, foi recolhido e encaminhado para ser examinado no IML  do Itep.

Informações que circularam no local, mas não confirmadas pela PM, são de que uma outra pessoa também teria sido baleada na mesma ocorrência e socorrida para a UPA do bairro.

Já na madrugada desta segunda-feira (17), por volta das O crime aconteceu por volta de 00h10, na Rua Antônia Luiza da Costa em uma região denominada "Quixabeirinha", no Bairro Aeroporto II Francisco Tailson da Silva, o "Tuite", de 34 anos, foi golpeado com cerca de 15 facadas e morreu no meio da rua próximo a um Bar naquela localidade. A Polícia Militar foi acionada para o local e passou a realizar o isolamento do corpo e da área do crime, até a chegada das equipes da Polícia Civil e do Itep.

Ninguém no local quis comentar sobre o crime. O delegado de plantão Dr. Leonardo Germano disse que não foi possível conversar com testemunhas, uma vez que devido ao horário que ocorreu a ação criminosa, início da madrugada, quase ninguém presenciou a ocorrência. Segundo o delegado o depoimento de familiares da vítima poderá ajudar na investigação.

Em novembro do ano passado Tuite foi preso pela Polícia Militar, após invadir uma escola no bairro e promover um quebra-quebra. Ele foi levado à Delegacia de Plantão da Polícia Civil onde foi autuado por dano ao patrimônio Público.

Esse é o vigésimo homicídio de 2020 em Mossoró. A motivação e autoria do crime ainda são desconhecidos da Polícia Civil, que vai investigação o caso através da Delegacia de Homicídios e proteção à Pessoa (DHPP).

Com informações do Blog Fim da Linha


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem