BANNER 1


Apesar do esforço dos EUA para conter o avanço da Huawei Technologies Co, a empresa tornou-se a maior fornecedora de equipamentos de telecomunicações para rede 5G com 91 contratos em todo o planeta. A empresa chinesa tem acordos comerciais predominantemente com a Europa (47), com a Ásia (27). Os outros 17 são em outras regiões do globo.

Em 1 evento realizado na 5ª feira (20.fev.2020), em Londres, na Inglaterra, o presidente da Huawei, Ding Yun, afirmou que os 91 contratos representam um crescimento de quase 30 em relação a 2019. A 2ª empresa com mais contratos é a Ericsson, com 81 e a 3ª é a Nokia, com 67. As informações são do China Daily, controlado pelo Partido Comunista da China.

Segundo a reportagem, a empresa chinesa investirá US$ 20 milhões nos próximos 5 anos em aplicativos 5G inovadores, que devem acelerar o avanço comercial da tecnologia.

A RESISTÊNCIA À EMPRESA

Ao longo de 2019, a Huawei foi alvo de uma série de medidas que atrapalham seu ingresso no mercado norte-americano.

Em maio de 2019, o presidente Donald Trump assinou uma medida com poder de banir a empresa do território norte-americano. Autoridades da Casa Branca afirmam que há uma ligação entre a Huawei e o governo chinês. Segundo eles, a companhia opera sob os interesses de Pequim, o que significaria uma ameaça à segurança nacional dos Estados Unidos. Entenda o impasse aqui.

Apesar disso, o Reino Unido anunciou em janeiro que permitirá à Huawei a participação em seu mercado, mas com limite de 35%. O ministro da Economia e Finanças da França, Bruno Le Maire, afirmou que o governo não excluirá a empresa do setor no país.

Poder 360


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem