BANNER 1


O volume de chuvas acumulada em Mossoró foi de 176,4 milímetros de sexta-feira, 28, até as 07 horas da manhã desta segunda-feira, 2. A informação consta no boletim pluviométrico da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) divulgado também nesta segunda.

A previsão dos meteorologistas para mesorregião Oeste do RN para o período de março a maio de 2020, período chuvoso no semiárido potiguar, é de chuvas com o volume mínimo de 479,2 mm.

O temporal que caiu no último sábado, 29, na cidade deixou várias ruas e avenidas alegadas. Vários vídeos divulgados por moradores mostram os transtornos que o município passou. Em razão de alagamentos foram realizados bloqueios nas seguintes vias: cruzamento da Rua João Marcelino com Av. Diocesana. Rua João da Escossia com Melo Franco. Rua Cunha da Mota com a Praça Bento Praxedes. Avenida Diocesana com a Rua João da Escossia.

Após as chuvas, principalmente a registrada no sábado, o município realizou trabalho de limpeza em ruas e avenidas mais afetadas. O trabalho visou desobstruir os canais e bueiros, como por exemplo em um trecho na Avenida Presidente Dutra.

O coordenador Osnildo Morais, explica que todas as chamadas estão sendo atendidas e que o plantão está funcionando 24h. “Foi uma chuva atípica, bem acima do esperado, mas tudo já está sendo normalizado. Estamos com carros para casos de mudanças, de socorro. O plantão da Defesa Civil está funcionando 24h”, frisou.

Osnildo pediu atenção, para que a população não caia em nenhum boato. “A população precisa ficar atenta com as fake news. Muita gente se aproveita para tentar causa pânico. Estavam dizendo que a ponte da leste-oeste estava caindo. Os transtornos de uma chuva como essa são inevitáveis aqui e em qualquer outro lugar. A Defesa Civil está disponível para a população”, finalizou.

A população pode acionar a Defesa Civil através do número 153, 199 ou do wpp 98631-7000.

Parque Municipal fechado

Em função da intensa chuva, o Parque Ecológico Professor Maurício de Oliveira foi fechado ao público no último domingo (01). A medida é preventiva, para que não ocorram acidentes com os frequentadores do local. O parque deve retomar as atividades normais na quarta (04).

De acordo com a diretora do equipamento, Raphaela Araújo, com as chuvas, algumas árvores de grande porte caíram e outras também aparentam riscos. “Como temos um grande público, sobretudo no domingo, avaliamos a situação junto com a Defesa Civil e o mais prudente é fechar o parque para evitar acidentes”, informa. As precipitações intensas de chuva fizeram com que algumas áreas ficassem sem condições momentaneamente de uso, a exemplo da área do estacionamento, praça da terceira idade e parquinho das crianças.

A Secretaria de Serviços Urbanos vai realizar manutenção no local para minimizar os transtornos.

O Parque Ecológico Professor Maurício de Oliveira retoma as atividades normais na quarta (04).

Quatro poços deixaram de funcionar em decorrência das fortes chuvas de sábado

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informou, por meio de nota, que quatro poços em Mossoró deixaram de funcionar devido às oscilações elétricas em decorrência das fortes chuvas registradas no último sábado, 29.

Segundo a companhia, a parada durou aproximadamente 12 horas e o fornecimento ficou suspenso nos bairros Alto da Pelonha, Alto de São Manoel, Bela Vista, Costa e Silva, Nova Betânia, Rincão e Vingt Rosado. 

Ainda de acordo com o órgão, as equipes já conseguiram restabelecer o funcionamento de todos eles neste domingo (1º). A previsão da Companhia é que o abastecimento esteja normalizado em um prazo de 48h.

Jornal De Fato


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem