BANNER 1


O Ibovespa acionou circuit breaker nesta segunda-feira (16) mesmo sem a abertura das ações da Petrobras, que seguem em leilão. O pânico foi alimentado pela decisão do Federal Reserve de cortar os juros nos Estados Unidos em um ponto percentual para uma banda entre 0% e 0,25%.

Foi a segunda reunião extraordinária desde o início da crise do coronavírus e novamente a interpretação dominante dos mercados é de que o banco central dos EUA exaure suas ferramentas de estímulo monetário sem ser capaz de reaquecer a economia em meio à pandemia em curso. Além do corte, o Fed ainda anunciou um programa de compras de US$ 700 bilhões em títulos aos moldes do quantitative easing usado na crise de 2008.

O mercado ainda aguarda pelas medidas que serão anunciadas após a teleconferência dos membros do G-7 que ocorre hoje.

Às 10h29 (horário de Brasília), o Ibovespa caía 12,53% a 72.321 pontos. Enquanto isso, o dólar comercial sobe 3,47% a R$ 4,977 na compra e a R$ 4,9796 na venda. O dólar futuro para abril sobe 2,93%, para R$ 4,974.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 vira para alta de 42 pontos-base a 5,46%, o DI para janeiro de 2023 sobe 54 pontos-base a 6,45% e o DI para janeiro de 2025 avança 69 pontos-base a 7,66%.

Por aqui, os investidores aguardam pelo pacote de medidas do ministro da Economia, Paulo Guedes, para estimular a economia fragilizada pelo Covid-19. Ele não descartou a liberação de novos saques do FGTS e defendeu que parte dos R$ 15 bilhões do orçamento que são alvo de disputa entre Palácio do Planalto e Congresso sejam usados para reforçar setores da economia e para custear medidas na área de saúde.

Infomoney


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem