BANNER 1


Diante da alta da procura por álcool em gel e máscaras cirúrgicas como medida de proteção contra o coronavírus (COVID-19), o valor cobrado por esses itens em alguns estabelecimentos comerciais em todo o país sofreu um aumento considerado abusivo pelos consumidores. Para coibir esse tipo de ação, em Mossoró o Procon Municipal anuncia medidas.

Leia também: Comerciantes apenas repassam preços de fornecedores de máscaras.

A coordenadora responsável pelo Procon Mossoró, Vera Lúcia Batista de Araújo, destaca que a partir de reclamações recebidas contra empresas que estão praticando preços abusivos na comercialização desses itens, o órgão entra em contato com as empresas solicitando as notas fiscais referente à compra desses produtos do mês anterior e do mês atual, para avaliar se houve aumento na indústria que  justifique a alteração do preço no balcão para o consumidor.

Entre as medidas adotadas pelo Procon Municipal relacionadas à pandemia de coronavírus, está a suspensão por tempo indeterminado do atendimento presencial ao público e cancelamento das audiências, seguindo orientações de saúde pública.

“O atendimento será realizado apenas pelo telefone 3315-5049, e vamos disponibilizar um número de whatsapp para que os mossoroenses possam tirar dúvidas e fazer reclamações”, explica.

De acordo com a equipe de atendimento do Procon Municipal, as reclamações recebidas em relação ao valor do álcool em gel e de máscaras tem sido o maior motivo de atendimentos nos últimos dias.

Fim da Linha


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem