BANNER 1


Apesar de o Decreto Nº 29.541 do governo do Rio Grande do Norte ainda estar em vigor, muitos mossoroenses estão descumprindo as medidas e insistindo em fazer aglomerações na cidade.

O Portal Mossoró Hoje recebeu diversas denúncias de pessoas que estão respeitando as regras do isolamento e que sabem que se todos não se conscientizarem, será impossível combater o avanço do coronavírus.

Na manhã de segunda-feira (30) foi possível observar muitas pessoas no Centro, filas enormes em frente aos bancos e casas lotéricas, além de lojas de artigos não essenciais funcionando com as portas baixas, em uma tentativa de burlar a fiscalização.

O decreto do governo define medidas restritivas temporárias para o enfrentamento da Emergência de Saúde Pública decorrente do novo coronavírus (COVID-19).

Dentre as medidas está o fechamento do comércio, ficando autorizados a funcionar apenas estabelecimentos como mercados, supermercados, farmácias, drogarias e similares, lanchonetes e restaurantes apenas com sistema de delivery, além das indústrias.

Embora bancos e lotéricas também estejam autorizado a funcionar (seguindo algumas restrições) é importante lembrar que cabe aos estabelecimentos e aos cidadão terem o bom senso de manter a distância de, pelo menos, 1,5m e se proteger para evitar ou reduzir as chances de contaminação.

Nota conjunta divulgada no sábado (28) pelos órgãos de justiça do estado, observa que “a Organização Mundial de Saúde, OMS, ainda não revogou as recomendações de isolamento domiciliar, medida cuja eficácia contra a nova pandemia foi testada e aprovada em diversos países que tentam debelar a doença”.

A nota destaca ainda que “enquanto tais medidas não forem cumpridas fielmente pela população, parece inevitável que os já assustadores registros de mais de 3 mil infectados e 90 óbitos (conforme números do Ministério da Saúde) continuem a crescer. É o que indicam as projeções de diversos estudos científicos nacionais e internacionais”.

O Governo do Estado pede que a população denuncie, por meio do 190, os estabelecimentos que estejam funcionando sem autorização durante o período de isolamento social, bem como pessoas que estejam promovendo aglomerações.

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem