BANNER 1



Um cachorro foi resgatado após ser enterrado vivo em Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. O animal foi encontrado e resgatado por um voluntário da ONG OPA (Organização Protetora dos Animais) que passava pelo local a pé e escutou os gemidos. O vídeo viralizou e causou comoção nas redes sociais (veja acima).

“Ele viu uma cachorrinha cavucando insistentemente no chão e, quando chegou perto, se deparou com outro cão enterrado”, diz a presidente da entidade, Mila Duarte.

No vídeo, gravado pelo voluntário, é possível ver que o cão está apenas com o focinho para fora. Mila acredita que a cadelinha tenha aberto o buraco para o “amigo” respirar e sobreviver.

O voluntário chamou uma mulher da vizinhança para ajudar e ela chega a dizer na gravação: “Misericórdia, pensei que isso era só na internet” e “isso não pode acontecer, de enterrar o bichinho vivo”. Ambos usam as próprias mãos e uma enxada para retirar o animal, que estava com terra acumulada nos olhos.

A presidente da entidade acredita que o animal tenha ficado enterrado mais de 24 horas já que a terra estava dura na volta do animal. “O rapaz que resgatou disse que ele tinha muita fome e muita sede”, disse.

O cão foi levado para o canil da entidade e passou por uma bateria de exames e está sob cuidados veterinários. O voluntário que localizou o animal manifestou vontade de ficar com o cachorro, que ainda não tem nome. Entretanto, ele deve virar a mascote da entidade. Mila disse que deve registrar ocorrência na polícia na manhã.

Uol



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem