BANNER 1


Os alunos do curso de medicina da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), que já cumpriram 93,39% do internato, serão autorizados a concluírem os estudos da graduação. A antecipação da colação de grau é uma medida do Governo do RN para reforçar o combate ao novo coronavírus (Covid-19).

A determinação será publicada em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado (DOE) na forma de de decreto, nesta segunda-feira (6) e atinge 28 concluintes, que estão no 22º período de um total de 24 do internato. O internato é a segunda fase do curso que acontece após os primeiros quatro anos básicos.

"Esta é mais uma ação do nosso governo para dotar a saúde pública do Estado de condições de enfrentamento ao coronavírus. Vamos poder contar com profissionais capacitados e já com experiência prática da medicina no internato, que muito irão contribuir neste esforço para promover um atendimento adequado àqueles que precisarem", afirmou a governadora Fátima Bezerra.

De acordo com a reitora da UERN, Fátima Raquel, a antecipação atende requisitos da legislação federal, do Conselho Estadual de Educação e da coordenação do curso de medicina. "Os formandos de enfermagem já haviam concluído o curso e aguardavam apenas a colação de grau, que agora será feita de forma virtual. Os profissionais estão todos capacitados", explicou a reitora.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem