BANNER 1



O Hospital Rafael Fernandes, único do interior do Estado para tratamento de doenças infecto-contagiosas, não tem condições atuais para receber pacientes do novo coronavírus.

O alerta consta no ofício 08, de 30 de março de 2020, assinado pelo diretor técnico da unidade, Oscar de Lima Oliveira (VEJA CÓPIA ACIMA).

Segundo o documento, o hospital não foi preparado ao longo dos anos para receber a demanda local e regional e, mesmo com as medidas anunciadas pelo Governo do Estado, que prevê melhorar a estrutura da unidade, o atendimento será limitado.

“O hospital poderá receber uma quantidade de até 18 pacientes, se houver uma mudança na estrutura física, envio de equipamentos médicos e equipes completas com expertise em terapia intensiva”, afirma o documento.

O diretor técnico alerta, no ofício, que mesmo com atendimento das exigências acima, o Rafael Fernandes ficará sem retaguarda para tomografia, pareceres especiais e procedimentos complexos que certamente alguns pacientes irão precisar.

“Tais quesitos precisam ser atendidos, pois além de não sermos referência em alta complexidade, temos pacientes internados, na sua maioria, com imunodeficiência, além de contarmos com estrutura física limitada”, revela o documento.

O Hospital Rafael Fernandes foi incluído pela governadora Fátima Bezerra (PT) na lista das unidades de saúde que vão receber novos leitos para a contenção da pandemia do novo coronavírus. São 170 leitos anunciados pela governadora, de UTI e de enfermarias, distribuídos no Hospital Regional Tarcísio Maia, Casa de Saúde Dix-sept Rosado, Hospital da Polícia Militar, Hospital São Luiz e no Rafael Fernandes. 

Jornal de Fato


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem