BANNER 1


A prefeita de Areia Branca, Iraneide Rebouças, falou com a governadora Fátima Bezerra e na sexta-feira, 15, determinou o fechamento do comércio. A medida foi tomada devido ao número elevados de casos de covid-19 no município (7 óbitos, 5 internados e mais de 60 diagnosticados com covid-19),

A fiscalização começou logo cedo, com a participação da Policia Militar, Vigilância Sanitária, advogados entre outros agentes. O deputado Souza (Manoel Cunha Neto) também havia feito cobranças na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte, na quinta-feira, 14, para que houvesse fiscalização no cumprimento do decreto.

Com menos de 30 mil habitantes, a cidade de Areia Branca já contabiliza 7 óbitos, um a mais do que a cidade de Parnamirim, que tem 8 vezes mais habitantes e está localizado na região Metropolitana de Natal.

Em vídeo divulgado nas redes sociais na noite de quinta-feira, 14, a prefeita Iraneide Rebouças atribuiu a alta incidência de covid-19 ao fato de Areia Branca ser cidade portuária e ter limites com o Estado do Ceará. Segundo ela, o acesso ocorre pelas balças. Lembrou da existência do Porto Ilha e o grande fluxo na cidade.

Na prática, o que ocorreu foi negligência por ausência de trabalho contra a propagação do novo coronavirus, que causa a doença do covid-19. A Prefeitura Municipal de Areia Branca não determinou que o decreto estadual fosse fiscalizado. As pessoas fizeram festas na praia e mantiveram movimentação intensa no comércio, gerando as contaminações.

O número de casos chamou a atenção do Portal Mossoró Hoje nos prontuários dos hospitais de Mossoró, com número elevado de pacientes advindos da cidade de Areia Branca. Numa checagem in loco, constatou-se que as famílias sequer haviam recebido visitas da vigilância sanitária para orientar como proceder diante da contaminação. Estavam fazendo o isolamento por conta própria e sem apoio do Poder Público, em especial com insumos.

Pesquisando no Diário Oficial do Município, para encontrar medidas contra a propagação do novo coronavirus, a reportagem do Mossoró Hoje encontrou um contrato de R$ 200 mil reais para pintar o muro do estádio de futebol da cidade, que está interditado para jogos devido a pandemia. Em sua explicação, a Assessoria da Prefeitura enviou nota de esclarecimento dizendo que quando a obra de arte (não é só uma pintura) ficar pronta vai ser atração turística na cidade.

Na sexta-feira, 15, os agentes da Prefeitura Municipal, acompanhados de policiais militares, devidamente paramentados (usavam até capacetes shields), visitaram as lojas e orientaram baixar as portas. Até o início da tarde, não havia informações se as equipes de vigilância sanitária e de saúde haviam visitado as famílias das vítimas do covid-19 para orientá-los sobre como agir diante da situação para não contaminar outras pessoas ou até mesmo evitar transmissão em casa.

Em situação mais favorável, mas com muito zelo, o prefeito Ciro Bezerra, da cidade de Itaú, decretou lockdown, para controlar apenas um foco de contaminação que encontrou na cidade. Outra cidade que também já endureceu contra a transmissão novo coronavirus foi Almino Afonso. Nesta cidade, o prefeito proibiu a circulação de veículos e pediu que a população ficasse em casa. Nas duas cidades, as medidas foram exatamente para evitar acontecer o que está acontecendo em Areia Branca.

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem