BANNER 1


Um relato interessante tomou as redes sociais em Mossoró no final da noite de terça-feira (5). Sarah Campos contou em uma postagem nos seus perfis que o avó, Salatiel Franco, testou positivo para Covid-19.

Até aí, tudo normal, visto o quadro pandêmico que está acontecendo. Mas o que chamou a atenção foi que ela explicou que o avó é feirante da Cobal, local onde está se concentrando uma grande aglomeração em Mossoró.

Apesar de fazer parte do quadro de risco da doença, com 69 anos, diabético e hipertenso, Sarah contou ao Portal Mossoró Hoje que Seu Salatiel não levava a sério a gravidade da doença. Dono de uma banca de frutas na Cobal, o idoso seguia trabalhando normalmente, mesmo a revelia da família.

“A gente vinha exigindo que ele não fosse a Cobal, que ele ficasse em casa e ele, muito teimoso, dizia que o coronavírus não ia pegar ele. Chegou até a mandar um áudio dizendo: ‘Eu vou ficar em casa por causa de um simples coronavírus?", conta.

Ela explica que o avó se sentiu mal há cerca de 13 dias, quando apresentou um quadro febrio. Nesse momento, a filha dele, com quem ele mora, decidiu que não ia mais permitir que o pai saísse de casa.

Sarah conta que o avó está isolado dentro de um quarto e que a tia está tomando todos os cuidados para que os outros moradores da residência não sejam contaminados. “Graças a Deus está ‘bem’, na medida do possível, e estável, por isso será tratado em casa”, disse ela na postagem que fez nas redes sociais.

Ela explicou que apesar dos sintomas serem bem leves, a família decidiu fazer o teste para Covid-19 porque ela percebeu que, além de ter apresentado febre, o avó também estava apresentando tosse seca e também pelo fato de ele pertencer ao grupo de risco. Após a realização dos exames, foi confirmado o diagnóstico da doença.

Sarah disse ao Portal Mossoró Hoje que a ideia da postagem nas redes sociais foi da mãe dela, como forma de alertar as pessoas que podem ter tido contato com o idoso, bem como os comerciantes locais sobre a doença, que precisa ser levada a sério.

“Embora ele já estivesse em isolamento [quando testou positivo], antes disso ele teve contato com outras pessoas, ele foi pra Cobal, ele conversou com outras pessoas, ele tava ignorando completamente. Eu não sei se ele apertou a mão de alguém, mas provavelmente, ele vende frutas, vende banana, então foi mais uma questão de alertar. O texto já se espalhou, então todo mundo que conhece ele já está sabendo. É para as pessoas ficarem atentas e observar, se sentirem alguma coisa”, explica Sarah.

A jovem acrescenta, em sua postagem, que este é um momento para ser levado a sério e que ficar em casa é um ato de amor para com o próximo e as pessoas que você ama.

“Acredito que no momento ficar em casa, só sair para serviços essenciais e usando máscara, seja um ato não só de responsabilidade e de amor para com os seus. Lembrem-se que máscara não é moda, e que deve ser usada com responsabilidade. Não é momento de flexibilizar a quarentena, nem fazer visitas ou recebê-las. Hoje união representa nos separarmos, para em breve podermos nos abraçar. Fiquem com Deus, em casa e usem máscara!”, concluiu.

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem