BANNER 1


A abertura dos 10 leitos de UTI no Hospital São Luiz na última sexta-feira (1°) não resolveu o problema de falta de estrutura da saúde pública em Mossoró para receber pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19.

A segunda maior cidade do estado do Rio Grande do Norte e a que mais registra óbitos em decorrência do novo coronavírus já não conta novamente com leitos de UTI SUS à disposição para Covid-19.

A interventora da Apamim (Associação de Proteção e Assistência à Maternidade e Infância de Mossoró) e gestora do Hospital São Luiz, Larizza Queiroz, informou ao Portal do Oeste que os 10 leitos de UTI já estão ocupados.

Segundo o mesmo veículo, houve uma denúncia de que um leito estaria desocupado por falta de respirador, o que foi negado pela interventora.

De acordo com denúncia, no Hospital Regional Tarcísio Maia, 3 dos 10 leitos de UTI para Covid-19 estão desocupados por falta de insumos, o que impede a internação de novos pacientes.

A reportagem enviou mensagem para a diretora geral do Tarcísio Maia, mas ainda não recebeu resposta.

Mossoró tem 17 óbitos confirmados por Covid-19 e outros 4 em investigação.

São 16 mortes de residentes no município e 1 de residente em Fortaleza/CE, que não consta na contagem oficial da Sesap e da Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró.

Portal do Oeste



Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem