BANNER 1

 


O duplo homicídio aconteceu por 19h30 de domingo, 17 de maio de 2020, na Comunidade do Ouro Negro no Bairro Aeroporto, em Mossoró. Maria Clécia Ferreira da Silva, de 49 anos e sua filha Jackeline Ferreira da Silva, de 21, foram mortas a tiros.

Jackeline foi executada dentro de casa com vários tiros na região da cabeça. A mãe dela Maria Clécia, tentou correr mas foi perseguida, alcançada e morta na Rua José Toscano de Lima, próximo a praça do bairro, cerca de 100 metros de sua casa.

A Polícia Militar, que isolou os dois locais de crimes, informou que o acusado do duplo homicídio seria o ex-companheiro de Jackeline com quem tem um filho de oito meses. O casal estava separado e disputando a guarda do filho. Na noite de domingo ele chegou na casa e resolveu matar a ex-companheira e a mãe dela.

A Polícia Militar encontrou em uma casa abandonada, bem próximo onde Jackeline foi morta, um revólver calibre 38, com quatro munições deflagradas, que possivelmente foi a arma usada nos crimes. O material foi apresentado na Delegacia de Plantão da Polícia Civil.

O delegado de plantão, Dr. Roberto Moura, esteve no local e disse que a princípio o caso será tratado como duplo homicídios, mas que dependendo dos depoimentos de testemunhas, a morte de Jackline poderá ser investigada como feminicídio.

No mês de maio Mossoró já registrou 18 homicídios e no ano o número chega a 81.

Fim da Linha


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem