BANNER 1


O presidente da República Jair Bolsonaro emitiu um decreto no início da noite de quarta-feira (6), através do Ministério da Educação, suspendendo a nomeação de José Arnóbio de Araújo Filho como reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

A suspensão se baseou em uma decisão proferida pelo Juízo da 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Mais cedo, no mesmo dia, o presidente da República havia nomeado José Arnóbio como reitor do IFRN após uma decisão da juíza Gisele Leite, da 4ª Vara Federal da Justiça do Rio Grande do Norte.

José Arnóbio de Araújo Filho foi o vencedor do processo eleitoral para o cargo de reitor do IFRN, que aconteceu em dezembro do ano passado, com mais de 48% dos votos válidos.

Em 17 de abril, no entanto, o Ministério da Educação nomeou Josué Moreira de Oliveira como reitor temporário. Ele, que é professor no campus de Ipanguaçu, sequer havia participado das eleições. Em 2018, Josué, que já foi candidato à Prefeitura de Mossoró, se filiou ao Partido Social Liberal (PSL), a então sigla do presidente da República Jair Bolsonaro.

Em 1º de maio, a juíza Gisele Leite determinou o afastamento imediato do reitor temporário e a posse do candidato eleito, José Arnóbio.

G1/RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem