BANNER 1


O Ministério da Saúde habilitou 100 leitos de UTI em unidades de saúde do estado e do município de Natal, para combate ao novo coronavírus no Rio Grande do Norte. Com isso, o estado vai receber cerca de R$ 14,42 milhões para custear parte das diárias dos leitos. As portarias que autorizam o pagamento de R$ 85,1 milhões para custeio de 592 leitos de UTI voltados a pacientes de Covid-19 em todo o país foram publicadas na quarta (6) no Diário Oficial da União.

Os valores serão repassados para custeio de UTIs que já estão funcionando no estado. Com a habilitação, a União passa a pagar parte do valor da diária. Normalmente, o governo federal custeava R$ 800 por diária dos leitos habilitados, sendo que dobrou o valor em abril, passando a pagar diária de R$ 1.600.

No caso do hospital Giselda Trigueiro, em Natal, por exemplo, o Ministério da Saúde vai pagar R$ 3,6 milhões pelos 25 leitos de UTI para pacientes de Covid-19 que já estão funcionando na unidade. Como o valor da diária é de R$ 1.600, isso significa que o valor total deverá ser usado para custear as unidades de tratamento intensivo pelo período de 90 dias, ou seja, três meses.

Do total de leitos habilitados no estado, cinco são pediátricos, no Hospital Maria Alice Fernandes.

Veja as unidades no RN


  • Hospital Giselda Trigueiro (Natal) - 25 leitos - R$ 3.600.000,00
  • Hospital regional Dr. Tarcísio Maia (Mossoró) - 17 leitos - R$ 2.448.000,00
  • Hopsital Regional T. Freitas Fontes (Caicó) - 17 leitos - R$ 2.448.000,00
  • Hospital Regional de Pau dos Ferros - 5 leitos - R$ 720.000,00
  • Hospital Dr. José Pedro Bezerra (Natal) - 5 leitos - R$ 720.000,00
  • Hospital Maria Alice Fernandes (Natal) - 5 leitos pediátricos (infantis) - R$ 720.000,00
  • Hospital Regional de Parnamirim - 7 leitos - R$ 1.008.000,00
  • Hospital Municipal de Natal - 9 leitos - R$ 1.296.000,00
  • Hospital Coronel Pedro Germano (Natal) - 10 - R$ 1.460.000,00
G1/RN


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem