BANNER 1


Nem mesmo os recursos retirados da Previ, com o não pagamento das parcelas em atraso e a suspensão do repasse patronal até dezembro, será suficiente para satisfazer a administração municipal em Mossoró. Esse entendimento é do vereador Raério Cabeção (PSD), lamentando que a Prefeitura de Mossoró tenha tanto dinheiro, porém deixe de pagar as inúmeras dívidas, que se acumulam.

A posição de Raério foi manifestada em sessão virtual da Câmara Municipal na quarta-feira (17) depois de observar no Jornal Oficial do Município, onde consta que o executivo remaneja mais R$ 10 milhões. “A Prefeitura de Mossoró tem muito dinheiro, porém deve a Deus e ao mundo, por isso observamos tantos abandonos na zona urbana e rural de Mossoró, e essa Casa precisa se posicionar”, ponderou Raério. O vereador enumerou as dívidas do município que, segundo ele, ainda deve aos representantes de quadrilhas juninas, artistas da cidade, empresas terceirizadas, fornecedores, e agora a Previ e o empréstimo da Caixa Econômica Federal.

Lamenta o vereador Raério a necessidade de passar os quatro anos do seu mandato tratando praticamente dos mesmos temas, porém afirma que não vai descansar enquanto existir, por exemplo, insegurança na zona rural, além das dificuldades no acesso, com estradas tomadas pelos buracos. Quadro esse, acrescenta, que se repete na área urbana em bairros centrais e periféricos.

Abandono

O vereador fez questão de acrescentar que não é contra nenhuma obra de calçamento de rua, porém tem observado que as artérias contempladas não recebem um serviço adequado. “Muitos calçamentos já estão estourando e faz pouco tempo que foi feito. Tudo com esse dinheiro do empréstimo. Repito, aqui tem muito dinheiro, porém Mossoró parece que tem um sumidouro”, concluiu.


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem