BANNER 1


Até o meio dia de sábado, 25, o Rio Grande do Norte registrou 1.672 óbitos ocasionados pela covid-19, confirmados em laboratório. Tendo sido registrado uma redução considerável de internados no mesmo período. O quadro reflete o comportamento dos potiguares no período de 25 de junho a 10 de julho, quando o Governo do Estado endureceu as normas.

Para entendermos o quadro pandêmico no Rio Grande do Norte, calculamos a média de óbito diário por períodos de dez dias, começando do dia 06 de junho até o dia 25 de julho.

Média de óbito/diário confirmados

17,1 – de 16 a 25 de julho

25,3 – de 06 a 16 de julho

31,1 – de 26 de junho a 06 de julho

30,4 – de 16 a 26 de junho

17,5 – de 06 a 16 de junho

Os dados confirmam que o pico de contaminação pelo novo coronavírus no RN foi de 16 de junho a 06 de julho. Neste período, a média de óbitos diários no RN foi de 30. Passado este período, foi reduzindo. No período de 16 a 25 de julho esta média caiu para 17,1.

Os dados divulgados nos Boletins Epidemiológicos do Governo do Estado refletem também o quadro nos hospitais tanto da capital como do interior. Neste sábado, não existe mais fila de pacientes por leitos covid-19. Em Mossoró, haviam 18 leitos de UTI livres.

Entretanto, considerando que de 1.586 pessoas testadas pela Prefeitura de Mossoró, no Drive Thru na Estação das Artes, no dia 18 de julho, onde 1.409 testaram negativos, 128 curados e 49 com a covid-19, associado com a falta de consciência do cidadão que lotou praias, restaurantes e balneários no final de semana passado, os especialistas calculam que pode acontecer no Rio Grande do Norte uma segunda onda de mortes nesta pandemia.

Esta tragédia já acontece, segundo a Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, São Paulo, Amazonas e no Ceará. Daí a necessidade de manter os cuidados para não transmitir o vírus e nem transporta-lo de um lugar para outro, em especial para dentro das próprias casas, seguindo as orientações de isolamento social do Governo do Estado.

Mossoró Hoje


Postar Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem