domingo, 23 de setembro de 2018

Mega-Sena, concurso 2.081: aposta única de Itaguara (MG) acerta as seis dezenas e fatura R$ 21,7 milhões

Veja as dezenas sorteadas: 13 - 18 - 35 - 40 - 41 - 42. Quina teve 128 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 15.918,03.

Mega-Sena: aposta única faturou R$ 21,7 milhões na Mega-Sena neste sábado (22) — Foto: Marcelo Brandt/G1

Mega-Sena: aposta única faturou R$ 21,7 milhões na Mega-Sena neste sábado (22) — Foto: Marcelo Brandt/G1

Uma aposta única de Itaguara (MG) levou sozinha o prêmio de R$ 21.763.750,54 no concurso 2.081 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (21) no município de Oliveira (MG).

Veja as dezenas sorteadas: 13 - 18 - 35 - 40 - 41 - 42.

A quina teve 128 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 15.918,03. Outras 4.287 apostas acertaram a quadra; cada uma levará R$ 678,96.

O próximo sorteio da Mega-Sena será na quarta (26), relativo ao concurso 2.082. O prêmio é estimado em R$ 2,5 milhões.

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Crescimento elevado de rejeição de Fátima gera preocupação

Intercorrência se tiver origem em "indecisos" poderá levá-la a descarrilar crescimento e sua dianteira


Além dos números com intenções de voto ao Governo do Estado nas perguntas Estimulada e Espontânea, a pesquisa eleitoral do Ibope que foi contratada pela Inter TV Cabugi e divulgada nessa sexta-feira (21), também mediu a taxa de Rejeição (o eleitor diz em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum).

O radicalismo do lulopetismo é visto atualmente como foi o comunismo nos anos que precederam o golpe militar

Setores da sociedade procuram exorcizar o fantasma do lulopetismo

Crédito: Arquivo/AE

As elites representativas dos mais diversos setores da sociedade brasileira temem atualmente o retorno do PT ao poder, o que se daria com a vitória nas urnas do candidato Fernando Haddad, praticamente da mesma forma que se temeu, no início da década de 1960, a ascensão e a continuidade de João Goulart no comando da Nação após a renúncia de Jânio Quadros. Existe uma diferença no grau de ostensividade com que tais elites procuram exorcizar o fantasma do lulopetismo se a cotejarmos com o medo do comunismo no passado. O risco para o futuro, no entanto, é o mesmo.

Deputado José Dias diz que jornal de sua família só publica manchetes “destruindo” o Rio Grande do Norte


O deputado José Dias, candidato à reeleição (PSDB), tem aproveitado seus pronunciamentos na Assembleia Legislativa para lembrar e relembrar muita coisa.

E analisar como vem se desdobrando o processo político no Rio Grande do Norte.

Foi assim no pronunciamento que fez para comentar a manchete da Tribuna do Norte na edição de 20 de setembro: “Orçamento: folha cresce R$ 2,8 bi e investimento cai 35% em 2019”, dizia a manchete do jornal de sua família, ao qual ele fez críticas antes de entrar no tema anunciado.

Álcool matou mais de 3 milhões de pessoas no mundo em 2016, aponta OMS


O consumo de álcool foi o responsável pela morte de mais de 3 milhões de pessoas no mundo em 2016, representando uma em cada 20 mortes. O alerta foi divulgado na sexta-feira (21) pela Organização Mundial da Saúde (OMS).  O relatório global sobre o consumo global de álcool e suas consequências adversas para a saúde aponta que os homens representam mais de três quartos das mortes. No geral, o uso nocivo do álcool causa mais de 5% das doenças no mundo.

Segundo a OMS, 28% das mortes relacionadas ao álcool são resultado de lesões, como as causadas por acidentes de trânsito, autolesão e violência interpessoal; 21% se devem a distúrbios digestivos; 19% a doenças cardiovasculares e o restante por doenças infecciosas, câncer, transtornos mentais e outras condições de saúde.

Estudo aponta queda na disseminação de notícias falsas no Facebook


Interações com perfis disseminadores de notícias falsas caíram no Facebook nos últimos dois anos, mas cresceram no Twitter, segundo um artigo publicado por pesquisadores em um estudo sobre desinformação da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos.

Os autores analisaram 570 sites dos Estados Unidos classificados por eles como produtores de conteúdo falso entre janeiro de 2015 e julho de 2018. As fontes de conteúdos falsos foram comparados com páginas e perfis de veículos tradicionais e pequenos de mídia bem como de cobertura segmentada em temas como negócios e cultura.

Segundo a análise, o engajamento (likes, compartilhamentos e comentários) com mensagens desses sites cresceu entre janeiro de 2015 e os meses finais de 2016, logo após as eleições presidenciais dos Estados Unidos. O grupo de sites estudado teve nível de engajamento semelhante às 38 principais páginas de mídia verificadas na pesquisa.

A partir de 2017, as interações caíram mais de 50% no Facebook. No fim de 2016, a plataforma chegou a ter picos de 200 milhões de interações por mês no conjunto dos sites analisados. A média caiu para 70 milhões de engajamentos por mês. “Embora as evidências sejam longe de definitivas, nós vemos como consistente a ideia de que a magnitude geral do problema da desinformação pode ter reduzido, pelo menos temporariamente, e que os esforços do Facebook após as eleições de 2016 para limitar a difusão de desinformação podem ter tido um impacto significativo”, dizem os autores no texto.

Desde dezembro de 2016, o Facebook anunciou um conjunto de medidas que teriam como objetivo barrar a difusão de desinformação dentro da plataforma. Foram celebrados acordos com agências de checagem, marcação de conteúdos como falsos, redução do alcance dessas mensagens e derrubada de contas falsas.

Apesar disso, os pesquisadores alertam que os níveis de engajamento com notícias falsas continuam altos e que o Facebook tem um papel importante nessa disseminação. O número de 70 milhões de interações por mês nesses sites de notícias falsas foi considerado pelos autores uma média considerável de reações, compartilhamentos e outras formas de circulação de conteúdos enganosos.

Twitter

Já no Twitter, entre 2017 e 2018 os autores do estudo identificaram uma ampliação de reações, compartilhamentos e outras formas de interação com mensagens enganosas. Enquanto a média mensal de compartilhamentos estava em 2 milhões em janeiro de 2015, em julho de 2018 ela havia chegado a quase 6 milhões por mês.

Na comparação de interações entre Facebook e Twitter, a proporção teve uma queda considerável, saindo de 45:1 (45 engajamentos no Facebook para 1 compartilhamento no Twitter) em 2016 para 15:1 no meio de 2018.

No início do mês, o diretor executivo do Twitter, Jack Dorsey, depôs a um comitê do Senado dos Estados Unidos quando admitiu que a empresa não lidou adequadamente com o problema da desinformação e que não estava preparada para o fenômeno. A plataforma vem focando sua atuação na derrubada de contas falsas, não tendo adotado medidas como a identificação de conteúdos questionados por agências de checagem, como Facebook e Google.

Agência Brasil


sábado, 22 de setembro de 2018

A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante


A partir deste sábado (22), candidatos a cargos eletivos nas eleições de outubro não poderão ser presos, a menos que seja em flagrante. A Lei Eleitoral veda prisões nos 15 dias anteriores à eleição. Após o primeiro turno, no dia 7 de outubro, a restrição valerá apenas para os candidatos que forem disputar o segundo turno.

A Lei Eleitoral também proíbe a prisão de eleitores, mas somente cinco dias antes do pletio, ou seja, a partir de 2 de outubro, os eleitores só podem ser presos em flagrante ou para cumprir sentença condenatória por crime inafiançável. A regra vale até 48 horas após a votação.

Mais de 12 mil inscritos são esperados para concurso da Polícia Militar do RN neste domingo (23)


Um total de 12.841 candidatos inscritos são esperados para a realização das provas objetivas e de redação do concurso da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, que acontece neste domingo (23), nas cidades de Natal, Mossoró e Caicó. Foram disponibilizadas mil vagas, sendo 938 para o sexo masculino e 62 para o feminino. O salário inicial, após formação, é de R$ 2.904,00.

Os portões serão abertos às 7h30 e fecharão às 8h30, nos 17 locais de provas da capital, em quatro pontos de Mossoró e sete de Caicó. De acordo com a organização do certame, os candidatos deverão acessar e imprimir o Comunicado Oficial de Convocação para Prova (Cocp), em que constam data, horário e local de realização. Ele está disponível no site do Ibade, organizador contratado pelo governo.

RN fecha agosto com saldo positivo de 4.486 empregos, aponta Caged


O Rio Grande do Norte terminou o mês de agosto com 4.486 novas contratações no mercado formal. O número foi revelado na sexta-feira (21) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O setor de Agropecuária foi responsável por 55,9% dos empregos criados no último mês. No total, o saldo no setor foi 2.506 empregados contratados. Nos números brutos, foram 3.054 admissões e 548 desligamentos.

DataPoder360: Bolsonaro tem 26% e Haddad 22%; os 2 empatam no 2º turno


Pesquisa DataPoder360 nos dias 19 e 20 de setembro de 2018 (últimas 4ª e 5ª feiras) indica que Jair Bolsonaro (PSL) tem 26% das intenções de voto para presidente. Fernando Haddad (PT) registra 22%.

Trata-se de situação de empate técnico no limite da margem de erro, que é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Outro destaque desta rodada do DataPoder360 é a queda dos votos brancos, nulos e daqueles que dizem estar indecisos. Durante toda esta campanha o chamado “não voto” teve taxas altíssimas. Agora, caiu para 15%.

A pesquisa foi realizada com 4.000 entrevistas em todas as unidades da Federação. É o termômetro mais preciso e atual da corrida pelo Planalto. O registro na Justiça Eleitoral é BR-02039/2018.